17 JUN 2024 | ATUALIZADO 16:16
NACIONAL
POR LEANDRO MAZZINI COM WALMOR PARENTE, CAROL PURIFICAÇÃO E TOM CAMILO
18/01/2024 08:36
Atualizado
18/01/2024 08:36

[COLUNA ESPLANADA] Lewandowski tem tido jogo de cintura frente à pressão por cargos no MJ

A+   A-  
O ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski tem tido jogo de cintura frente à pressão por cargos no Ministério da Justiça. Agora, são em duas secretarias (Nacional de Justiça e de Direitos Digitais) que partidos governistas querem interferir. Para a Secretaria de Justiça, ventila-se o nome do advogado Jean Uema, braço direito do ministro Alexandre Padilha. Para a outra, pressão é pela permanência da advogada militante Estela Aranha.
Imagem 1 -   [COLUNA ESPLANADA] O ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski tem tido jogo de cintura frente à pressão por cargos no Ministério da Justiça. Agora, são em duas secretarias (Nacional de Justiça e de Direitos Digitais) que partidos governistas querem interferir. Para a Secretaria de Justiça, ventila-se o nome do advogado Jean Uema, braço direito do ministro Alexandre Padilha. Para a outra, pressão é pela permanência da advogada militante Estela Aranha.
[COLUNA ESPLANADA] O ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski tem tido jogo de cintura frente à pressão por cargos no Ministério da Justiça. Agora, são em duas secretarias (Nacional de Justiça e de Direitos Digitais) que partidos governistas querem interferir. Para a Secretaria de Justiça, ventila-se o nome do advogado Jean Uema, braço direito do ministro Alexandre Padilha. Para a outra, pressão é pela permanência da advogada militante Estela Aranha.

COLUNA ESPLANADA

Leandro Mazzini

com Walmor Parente, Carol Purificação e Tom Camilo


BRASÍLIA, QUINTA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2024 - Nº 3.795

Campo minado

Os planejamentos para a construção da Escola de Sargentos (ESE), na Região Metropolitana do Recife, estão respeitando todos os aspectos legais e sendo tratados junto aos órgãos ambientais estadual e federal. Essa é a posição oficial do Exército sobre a obra proposta pelo Alto Comando das Forças Armadas no Governo de Jair Bolsonaro, continuada pelo Governo Lula da Silva, e que pode afetar 150 hectares da Mata Atlântica no município de Abreu e Lima, conforme revelado pela Coluna. A Força alega ainda que se compromete com a compensação ambiental prevista pelos órgãos de Governo responsáveis pelas questões ambientais e “também utilizará modernas técnicas de edificação de modo que o impacto ambiental seja o mínimo possível sem afetar a região”. O presidente Lula da Silva estará no Recife hoje e vai assinar o “termo de compromisso” para a construção da Escola. As entidades da sociedade civil do Estado não foram convidadas para a solenidade.

Juíza devota

Reverenciada pela OAB após servir café a preso que estava com frio durante audiência de custódia, a juíza Lana Martins (TJ de Roraima) coleciona homenagens no Estado. Uma delas é a comenda “Orgulho de Roraima”, concedida em 2021 pela Assembleia Legislativa do Estado. Partidos – como PV e PSOL - já tentaram aproximação. Sem sucesso. Bacharel pela Universidade de Brasília, ela é devota da magistratura.


Jogo de cintura

O ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski tem tido jogo de cintura frente à pressão por cargos no Ministério da Justiça. Agora, são em duas secretarias (Nacional de Justiça e de Direitos Digitais) que partidos governistas querem interferir. Para a Secretaria de Justiça, ventila-se o nome do advogado Jean Uema, braço direito do ministro Alexandre Padilha. Para a outra, pressão é pela permanência da advogada militante Estela Aranha.

Fiscalização frouxa

A ANTT confirma informação revelada pela reportagem de que o ônibus que provocou uma tragédia na MS-338, em Santa Rita do Pardo (MS), “não possui autorização para transporte de passageiros. Portanto, a viagem era irregular”. E desconversa ao ser indagada se outros 90 veículos do mesmo grupo – alguns deles comprados por bolivianos -, que percorrem a linha, também são clandestinos:

Está repreendido

Demorou, mas o secretário da Receita Federal, Robinson Barreirinhas, enfim deu um basta na farra da isenção tributária para líderes religiosos. O decreto foi publicado ontem e reverteu decisão do ex-secretário órgão Julio Cesar Vieira Gomes, que ficou conhecido por ter atuado para liberar as joias dadas de presente ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

Pressão

Associados do Yacht Clube da Bahia exigem da direção que acabe a perseguição política ao ex-Comodoro e atual diretor Nordeste da Confederação Nacional dos Clubes Marcelo Sacramento. Ele teve decisão favorável no STF, mantendo decisão em Tutela antecipada proferida em 1ª instância que garante todos os seus direitos e afirma que sofre perseguição política por parte de conselheiros suspeitos.

ESPLANADEIRA

# Chopp Brahma Express anuncia parceria com Sabrina Sato no verão e Carnaval de 2024. # Stone Partner Program leva executivos para experiência em Nova York. # Sesc Mesa Brasil arrecada 4 T de alimentos para vítimas das chuvas na Baixada Fluminense. # RSBR registra três novos tremores de terra em Sete Lagoas (MG) # OpenAI mira eleições sem fake news e proíbe o uso de ChatGPT em campanhas. # Ipsos: 61% dos brasileiros acreditam que terão que se mudar por conta de mudanças climáticas nos próximos anos.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário