28 MAI 2024 | ATUALIZADO 10:51
POLÍCIA
17/02/2024 01:01
Atualizado
17/02/2024 01:02

Dois ataques, com cinco feridos e um morto em Mossoró

A+   A-  
O primeiro ataque aconteceu no final da tarde no bairro Aeroporto I, região do Ouro Negro. Paulo Luan Sena Marques, de 22 anos, sem passagem pela polícia, foi baleado e não resistiu. Horas depois, um sujeito abriu fogo contra um grupo de pessoas que estavam no Aeroporto II e fugiu. As vítimas sobreviveram. Casos serão investigados pela Polícia Civil.
Imagem 1 -

No final da tarde e noite desta sexta-feira, 16, a Polícia Militar de Mossoró-RN foi acionada para duas ocorrências distintas na região dos bairros Aeroporto I e II.

No Aeroporto I, na região conhecida por Ouro Negro, Paulo Luan Sena Marques, de 20 anos, foi baleado e levado para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Morreu pouco tempo depois.

No segundo ocorrência, o sargento PM Hélio, que está no posto de fiscal de operação, destacou que aconteceu na Rua Manoel Paulino, no bairro Aeroporto II.

Segundo ele, um indivíduo numa motocicleta vermelha, sozinho, chegou, puxou a arma e começou a atirar, baleando pelo menos 5 pessoas que estavam em frente a uma residência.

As vítimas são:

Um adolescente, de 17 anos.

Maria Amélia de Oliveira Batista, de 63 anos

Geovane Angel da Silva, de 21 anos.

Allan Carlos Pereira da Silva, de 18 anos.

Lucas Mateus, de 19 anos.

As vítimas foram levadas para o Hospital Tarcísio Maia. Alguns estão feridos com certa gravidade. Um dos baleados não compareceu ao hospital para receber atendimento médico.

O caso do corpo do jovem Paulo Luan Sena Marques, o corpo foi removido para exames na sede do Instituto Técnico-científico de Perícia, para exames mais apurados.

Os dois casos serão investigados pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Mossoró, tomando como base os relatórios da Polícia Militar e também do ITEP.

Outro caso

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Mossoró, que tem a frente à delegacia Cristiane Magalhães, prendeu o autor do assassinato de Daniel Sousa Nascimento, de 31 anos.

Este crime aconteceu na região conhecida como Favela do Pirrichil. Nesta região, o sujeito conhecido por Evano Menino Brito, conhecido por Fusquinha, teria matado Daniel.

Como se deu este crime é que pegou todos de surpresa. Evano teria tido uma certa quantidade de drogas roubada e ele desconfiou Daniel e outra pessoas.

Daí ele raptou os dois e depois os torturou, para saber quem tinha lhe roubado. Como não descobriu, botou Daniel e o outro para brigarem até a morte.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário