13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43
POLÍCIA
23/02/2024 00:19
Atualizado
23/02/2024 00:20

PF confirma prisão de mossoroense acusado de ajudar os fugitivos Martelo e Tatu

A+   A-  
Além da prisão de J. G. C. S, de 22 anos, no bairro Aeroporto II, em Mossoró-RN, a Polícia Federal informa, em nota divulgada às 20h11 desta quinta-feira, 22, ter realizado a prisão de duas pessoas na cidade de Aquiraz, perto de Fortaleza, no Estado do Ceará. Também fez buscas em Quixeré-CE, que fica perto de Baraúna-RN. Foram apreendidos celulares e também um carro que teria servido de apoio aos fugitivos.
Imagem 1 -  Além da prisão de J. G. C. S, de 22 anos, no bairro Aeroporto II, em Mossoró-RN, a Polícia Federal informa, em nota divulgada às 2h11 da noite desta quinta-feira, 22, ter realizado a prisão de duas pessoas na cidade de Aquiraz, perto de Fortaleza, no Estado do Ceará. Também fez buscas em Quixeré-CE, que fica perto de Baraúna-RN. Foram apreendidos celulares e também um carro que teria servido de apoio aos fugitivos.
Além da prisão de J. G. C. S, de 22 anos, no bairro Aeroporto II, em Mossoró-RN, a Polícia Federal informa, em nota divulgada às 2h11 da noite desta quinta-feira, 22, ter realizado a prisão de duas pessoas na cidade de Aquiraz, perto de Fortaleza, no Estado do Ceará. Também fez buscas em Quixeré-CE, que fica perto de Baraúna-RN. Foram apreendidos celulares e também um carro que teria servido de apoio aos fugitivos.

Além da prisão de J. G. C. S, de 22 anos, no bairro Aeroporto II, em Mossoró-RN, a Polícia Federal informa, em nota divulgada às 2h11 da noite desta quinta-feira, 22, ter realizado a prisão de duas pessoas na cidade de Aquiraz, perto de Fortaleza, no Estado do Ceará. Também fez buscas em Quixeré-CE, que fica perto de Baraúna-RN.

Segue a íntegra

AÇÃO PF

PF cumpre medidas contra possíveis colaboradores dos fugitivos da Penitenciária Federal em Mossoró

Durante as ações, uma pessoa foi presa em flagrante na posse de drogas; outra foi alvo de mandado de prisão temporária (pedido pela PF); e uma terceira prisão ocorreu em função de mandado em aberto

Brasília/DF. A Polícia Federal, no decorrer das investigações sobre a fuga de dois detentos da Penitenciária Federal em Mossoró/RN cumpriu, nesta quarta-feira, 21/2, nove mandados de busca e apreensão nas cidades de Mossoró, Quixeré/CE e Aquiraz/CE, contra possíveis envolvidos no fornecimento de apoio aos foragidos. Foi cumprido ainda um mandado de prisão temporária, medida pedida pela PF, em Mossoró. Já em Aquiraz, outra prisão foi efetuada em virtude de mandado em aberto.

Em uma das residências alvo das buscas (também em Aquiraz), havia drogas, o que ensejou em uma prisão em flagrante. Foram apreendidos ainda telefones celulares e um veículo que, supostamente, teria sido utilizado no auxílio aos criminosos para fornecimento de armamento a ser empregado na fuga.

Além do inquérito policial, a cargo da PF, permanece em andamento a operação de recaptura, integrada pela Secretaria Nacional de Políticas Penais, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte, Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte, representada pela Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. Ainda há o reforço da Força Nacional de Segurança Pública, além de policiais dos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Goiás.

As informações estão restritas a esta nota.

Coordenação-Geral de Comunicação Social

NOTÍCIA DE PRIMEIRA MÃO

A nota divulgada pela Polícia Federal e também pelo Ministério da Justiça, confirma as informações publicadas em primeira mão pelo Portal MOSSORÓ HOJE, de que os fugitivos Rogério da Silva Mendonça, o Martelo, de 36 anos, e Deibson Cabral Nascimento, o Tatu, de 33 anos, haviam conseguido furar o cerco de mais de 300 policiais bem armados, com helicópteros, cães farejadores e até drones, na região da Serra Mossoró-RN. Os dois haviam fugido da cela de castigo da Penitenciária Federal de Mossoró na madrugada do dia 14, após conseguirem retirar uma barra de ferro da parede, abrir um buraco onde havia uma lâmpada, passar pelo teto, depois conseguiram um alicate, que usaram para cortar o paredão de arame farpado e fugirem.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário