30 MAI 2024 | ATUALIZADO 07:44
POLÍCIA
20/03/2024 08:38
Atualizado
20/03/2024 08:38

Lewandowski autoriza a permanência da Força Nacional em Mossoró até o dia 29 de março

A+   A-  
As tropas seguirão dando apoio à Polícia Federal, no Estado do Rio Grande do Norte, nos esforços de captura dos foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró. A portaria autorizando a prorrogação da permanência da Força Nacional no município foi publicada na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial da União.
Imagem 1 -  Lewandowski autoriza a permanência da Força Nacional em Mossoró até o dia 29 de março. As tropas seguirão dando apoio à Polícia Federal, no Estado do Rio Grande do Norte, nos esforços de captura dos foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró. A portaria autorizando a prorrogação da permanência da Força Nacional no município foi publicada na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial da União.
Lewandowski autoriza a permanência da Força Nacional em Mossoró até o dia 29 de março. As tropas seguirão dando apoio à Polícia Federal, no Estado do Rio Grande do Norte, nos esforços de captura dos foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró. A portaria autorizando a prorrogação da permanência da Força Nacional no município foi publicada na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial da União.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, autorizou a prorrogação da permanência da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) no município de Mossoró (RN). O período a mais será de 20 a 29 de março de 2024.

As tropas seguirão dando apoio à Polícia Federal, no Estado do Rio Grande do Norte, nos esforços de captura dos foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró, nas atividades e nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em caráter episódico e planejado.

A portaria autorizando a prorrogação da permanência da Força Nacional no município foi publicada na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial da União.

Os policiais, 100 homens e 20 viaturas, começaram a chegar ao município no dia 22 de fevereiro de 2024. O apoio foi autorizado, na época, a pedido do diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues. A medida teve a concordância da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

Rogério da Silva Mendonça, de 36 anos, conhecido por Martelo, e de Deibson Cabral Nacional, de 34 anos, conhecido por Tatu, fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró na madrugada de 14 de fevereiro. Prestes a completar 40 dias de buscas, a força-tarefa não consegue precisar quando ou se eles serão recapturados.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário