28 MAI 2024 | ATUALIZADO 09:58
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
15/04/2024 12:10
Atualizado
15/04/2024 12:03

Homem tem casa invadida durante a madrugada e é assassinado a tiros em Upanema

A+   A-  
A polícia militar foi acionada para a Rua Joaquim Rocha Barros, por volta das 1h10 desta segunda-feira (15), com informações sobre vários disparos de arma de fogo. No local, encontraram Jefferson Teixeira Gondim, de 29 anos, morto, dentro da própria residência. No local, não havia testemunhas. A polícia civil vai investigar a autoria e motivação do crime.
Imagem 1 -  Homem tem casa invadida durante a madrugada e é assassinado a tiros em Upanema. A polícia militar foi acionada para a Rua Joaquim Rocha Barros, por volta das 1h10 desta segunda-feira (15), com informações sobre vários disparos de arma de fogo. No local, encontraram Jefferson Teixeira Gondim, de 29 anos, morto, dentro da própria residência. No local, não havia testemunhas. A polícia civil vai investigar a autoria e motivação do crime.
Homem tem casa invadida durante a madrugada e é assassinado a tiros em Upanema. A polícia militar foi acionada para a Rua Joaquim Rocha Barros, por volta das 1h10 desta segunda-feira (15), com informações sobre vários disparos de arma de fogo. No local, encontraram Jefferson Teixeira Gondim, de 29 anos, morto, dentro da própria residência. No local, não havia testemunhas. A polícia civil vai investigar a autoria e motivação do crime.

Um crime de homicídio foi registrado na madrugada desta segunda-feira (15), no município de Upanema, na região oeste do Rio Grande do Norte. A vítima foi identificada como Jefferson Teixeira Gondim, de 29 anos.

De acordo com informações da polícia militar, a guarnição foi acionada para a Rua Joaquim Rocha Barros, por volta das 1h10, com informações sobre vários disparos de arma de fogo.

No local encontraram a vítima ferida a tiros, já sem vida, dentro da própria residência. O local teria sido invadido pelos criminosos, que fugiram logo após o crime. Não houve testemunhas.

A PM isolou o local até a chegada polícia civil e do Itep, para dar início às investigações sobre a autoria e motivação do crime.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário