25 MAI 2024 | ATUALIZADO 14:12
ESTADO
16/04/2024 17:40
Atualizado
16/04/2024 17:40

Barragem Umari, em Upanema, já atingiu 95,36% de sua capacidade

A+   A-  
No ano passado, o reservatório completou 100% da sua capacidade no dia 09 de abril. Atualmente, Umari acumula 279.238.166 m³ de água. Sua capacidade total é de 292.813.650 m³. De acordo com o Igarn, nesta terça-feira (16), as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 71,75% da sua capacidade. Este é o maior volume acumulado desde 2012.
Imagem 1 -  Barragem Umari, em Upanema, já atingiu 95,36% de sua capacidade. No ano passado, o reservatório completou 100% da sua capacidade no dia 09 de abril. Atualmente, Umari acumula 279.238.166 m³ de água. Sua capacidade total é de 292.813.650 m³. De acordo com o Igarn, nesta terça-feira (16), as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 71,75% da sua capacidade. Este é o maior volume acumulado desde 2012.
Barragem Umari, em Upanema, já atingiu 95,36% de sua capacidade. No ano passado, o reservatório completou 100% da sua capacidade no dia 09 de abril. Atualmente, Umari acumula 279.238.166 m³ de água. Sua capacidade total é de 292.813.650 m³. De acordo com o Igarn, nesta terça-feira (16), as reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 71,75% da sua capacidade. Este é o maior volume acumulado desde 2012.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), realiza o monitoramento dos principais reservatórios responsáveis pelo abastecimento e atendimento às diversas necessidades de uso dos municípios potiguares.

O Relatório dos Volumes dos Principais Reservatórios do RN, divulgado nesta terça-feira (16), indica que a barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 279.238.166 m³, percentualmente, a 95,36% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No ano passado, o reservatório completou 100% da sua capacidade no dia 09 de abril.

As reservas hídricas superficiais totais do RN acumulam 3.245.295.216 m³, percentualmente, 71,75% da sua capacidade, que é de 4.522.931.699 m³. Este é o maior volume acumulado desde 2012.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, já acumula 1.785.498.729, correspondentes a 75,24% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.000 m³. Esta é o maior volume de águas acumulado no manancial dos últimos 12 anos.

A barragem Santa Cruz do Apodi acumula 468.123.750 m³, percentualmente, 78,06% da sua capacidade, total, que é de 599.712.000 m³. Este é o maior volume acumulado no manancial desde 2012.

O açude Público de Cruzeta acumula 21.492.127 m³, equivalentes a 91,28% da sua capacidade total, que é de 23.545.745 m³. Desde 2011 o manancial não acumula esse volume de reservas hídricas.

O reservatório Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 17.316.794 m³, percentualmente 80,91% da sua capacidade total, que é de 21.403.849 m³.

O açude Boqueirão de Angicos, localizado em Afonso Bezerra, é outro manancial que já passa dos 80% da sua capacidade. O reservatório está acumulando 13.011.785 m³, correspondentes a 81,23% da sua capacidade total, que é de 16.018.307 m³.

Em José da Penha, o açude Flechas acumula 7.510.075 m³, equivalentes a 83,91% da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³.

O açude Corredor, em Antônio Martins, acumula 4.390.270 m³, percentualmente, 94,56% da sua capacidade total, que é de 4.643.000 m³.

Atualmente, 23 reservatórios monitorados pelo Igarn, estão com 100% da sua capacidade, 14 deles com mais de 5 milhões de metros cúbicos, são eles: Mendubim, em Assu; com capacidade para 77.600.250 m³; Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari, com 44.421.480 m³; Trairi, em Tangará, com 35.230.000 m³; Campo Grande, em São Paulo do Potengi, com 23.139.587 m³; Pataxó, em Ipanguaçu, com 15.017.379 m³; Dourado, em Currais Novos, com 10.321.600 m³; Apanha Peixe, em Caraúbas, com 10.000.000 m³; o açude público de Riacho da Cruz, com 9.604.200 m³; Santo Antônio de Caraúbas, em Caraúbas, com 8.538.108 m³; Passagem, em Rodolfo Fernandes, com 8.273.877 m³; Beldroega, em Paraú, com 8.057.520 m³; Malhada Vermelha, em Severiano Melo, com 7.537.478 m³; o açude público de Encanto, com 5.192.538 m³; e Santa Cruz do Trairi, em Santa Cruz, com 5.158.750 m³.

O açudes monitorados pelo Igarn, que possuem capacidades inferiores a 5 milhões de metros cúbicos e que estão sangrando são: Novo Angicos, em Angicos, com 4.245.061 m³; Riachão, em Rodolfo Fernandes, com 4.136.000 m³; Curraes, em Itaú, com 4.019.400 m³; Pinga, em Cerro Corá, com 3.952.610 m³; Tesoura, em Francisco Dantas, 3.931.000 m³; o açude público de Currais Novos, com 3.815.000 m³; Dinamarca, em Serra Negra do Norte, com 2.724.425 m³; Sossego, em Rodolfo Fernandes, com 2.350.000 m³; e Francisco Cardoso (Mulungu), em Currais Novos, 1.617.649 m³.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário