25 MAI 2024 | ATUALIZADO 14:12
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
19/04/2024 10:48
Atualizado
19/04/2024 12:53

Homem é encontrado morto em via pública, em Caraúbas; vítima foi golpeda na cabeça

A+   A-  
Lino Julião Arruda da Silva, de 45 anos, foi encontrado caído nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (19), em uma rua do conjunto Haroldo Maia. No corpo da vítima, o Itep identificou um ferimento compatível com golpe por objetivo contundente, possivelmente uma barra de metal ou madeira. O corpo foi removido para exames na sede do órgão, em Mossoró. A polícia civil vai investigar o caso.
Imagem 1 -  Homem é encontrado morto em via pública, em Caraúbas; vítima foi golpeda na cabeça. Lino Julião Arruda da Silva, de 45 anos, foi encontrado caído nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (19), em uma rua do conjunto Haroldo Maia. No corpo da vítima, o Itep identificou um ferimento compatível com golpe por objetivo contundente, possivelmente uma barra de metal ou madeira. O corpo foi removido para exames na sede do órgão, em Mossoró. A polícia civil vai investigar o caso.
Homem é encontrado morto em via pública, em Caraúbas; vítima foi golpeda na cabeça. Lino Julião Arruda da Silva, de 45 anos, foi encontrado caído nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (19), em uma rua do conjunto Haroldo Maia. No corpo da vítima, o Itep identificou um ferimento compatível com golpe por objetivo contundente, possivelmente uma barra de metal ou madeira. O corpo foi removido para exames na sede do órgão, em Mossoró. A polícia civil vai investigar o caso.

Um homem identificado como Lino Julião Arruda da Silva, de 45 anos, foi encontrado caído em uma rua do conjunto Haroldo Maia, no município de Caraúbas, na manhã desta sexta-feira.

A polícia militar foi acionada ao local por volta das 6h30, por populares que passavam por lá e avistaram a cena. Chegando no local, os policiais constaram que o homem já estavam sem vida.

A equipe do Instituto Técnico-Científico de Perícia de Mossoró (Itep) realizou a perícia inicial e identificou que havia um ferimento na cabeça de Lino, compatível com golpe por objetivo contundente, possivelmente uma barra de metal ou madeira.

Não houve testemunhas. O corpo foi removido para exames na sede do Itep e, posteriormente, será liberado para que a família realize o sepultamento. Lino era autônomo e considerado uma pessoa conhecida na cidade.

O delegado Victor Conde informou que a ainda não é possível afirmar que se trata de um homicídio. A polícia civil aguarda o laudo oficial do Itep sobre a causa dar morte, para dar início às investigações.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário