22 MAI 2024 | ATUALIZADO 23:42
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
22/04/2024 12:10
Atualizado
22/04/2024 12:10

Paraibano entra em rio para salvar o filho e acaba morrendo afogado, em Pendências

O caso aconteceu na manhã deste domingo (21), no Rio Piranhas-Açu. A vítima foi identificada como Ronaldo Campos de Menezes Neto, de 30 anos, natural de Campina Grande, na Paraíba. Ele teria entrado no rio para salvar um dos filhos, que havia sido arrastado pela correnteza. Conseguiu retirar o menino, mas acabou se afogando. A guarnição dos bombeiros de Assú ainda chegou a ser acionada, mas o corpo de Ronaldo foi encontrado antes que a equipe fosse mobilizada.
Paraibano entra em rio para salvar o filho e acaba morrendo afogado, em Pendências. O caso aconteceu na manhã deste domingo (21), no Rio Piranhas-Açu. A vítima foi identificada como Ronaldo Campos de Menezes Neto, de 30 anos, natural de Campina Grande, na Paraíba. Ele teria entrado no rio para salvar um dos filhos, que havia sido arrastado pela correnteza. Conseguiu retirar o menino, mas acabou se afogando. A guarnição dos bombeiros de Assú ainda chegou a ser acionada, mas o corpo de Ronaldo foi encontrado antes que a equipe fosse mobilizada.

Um paraíbano, de 30 anos, identificado como Ronaldo Campos de Menezes Neto, morreu afogado, neste domingo (21), no Rio Piranhas-Açu, no município de Pendências.

A vítima estava no local com os filhos e alguns amigos. Em determinado momento, um dos meninos foi arrastado pela correnteza.

Populares afirmaram aos policiais que Ronaldo entrou na água, mesmo sem saber nadar, para tentar salvar o filho. Ele conseguiu retirar o filho, mas acabou submergindo.

Logo após o sumiço, a população se mobilizou à procura do homem. A guarnição dos bombeiros de Assú ainda chegou a ser acionada, mas o corpo de Ronaldo foi encontrado antes que a equipe fosse mobilizada.

Segundo um morador da cidade, a região onde Ronaldo se afogou é bastante funda, atingindo cerca de 6m de profundidade. Além disso, a água estava bastante agitada.

Ronaldo era natural do município de Campina Grande, na Paraíba. Ele morava em Pendência com a família, onde trabalhava em uma fazenda de camarão.

O corpo do homem foi removido para exames na sede do Itep, em Mossoró.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário