25 MAI 2024 | ATUALIZADO 14:12
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
23/04/2024 09:44
Atualizado
23/04/2024 09:45

TJP julga acusados de matar mulher para quitar dívida de drogas em Caraúbas

A+   A-  
O crime aconteceu em no dia 20 de julho de 2013, no bairro Leandro Bezerra. Segundo a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Fabiano Cavalcante Silva, de 45 anos, matou Gleuce Kelly Pimenta Diógenes, a mando de Lucas Gradestone Fernandes Rodrigues de Arruda, de 29 anos, como forma de quitar uma dívida de drogas no valor de R$ 550. Os dois homens estão sendo julgados na manhã desta terça-feira (23), no Fórum Desembargador Silveira Martins, em Mossoró.
Imagem 1 -  TJP julga acusados de matar mulher para quitar dívida de drogas em Caraúbas. O crime aconteceu em no dia 20 de julho de 2013, no bairro Leandro Bezerra. Segundo a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Fabiano Cavalcante Silva, de 45 anos, matou Gleuce Kelly Pimenta Diógenes, a mando de Lucas Gradestone Fernandes Rodrigues de Arruda, de 29 anos, como forma de quitar uma dívida de drogas no valor de R$ 550. Os dois homens estão sendo julgados na manhã desta terça-feira (23), no Fórum Desembargador Silveira Martins, em Mossoró.
TJP julga acusados de matar mulher para quitar dívida de drogas em Caraúbas. O crime aconteceu em no dia 20 de julho de 2013, no bairro Leandro Bezerra. Segundo a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Fabiano Cavalcante Silva, de 45 anos, matou Gleuce Kelly Pimenta Diógenes, a mando de Lucas Gradestone Fernandes Rodrigues de Arruda, de 29 anos, como forma de quitar uma dívida de drogas no valor de R$ 550. Os dois homens estão sendo julgados na manhã desta terça-feira (23), no Fórum Desembargador Silveira Martins, em Mossoró.
FOTO: CEZAR ALVES

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Mossoró está reunido, nesta terça-feira (23), no Fórum Desembargador Silveira Martins, para julgar a culpa de , Fabiano Cavalcante Silva, de 45 anos, e de Lucas Gradestone Fernandes Rodrigues de Arruda, de 29 anos, no homicídio de Gleuce Kelly Pimenta Diógenes.

O crime aconteceu no dia 20 de julho de 2013, no bairro Leandro Bezerra, no município de Caraúbas. De acordo com a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte, a vítima foi morta a tiros por Fabiano, a mando de Lucas.

O julgamento foi iniciado por volta das 9h, com o sorteio do corpo de jurados, realizado pelo presidente do TJP, juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros.

O MP é representado neste caso pelo promotor Armando Lúcio Ribeiro. Já a defesa dos réus é patrocinada pelo advogado Francisco das Chagas Soares de Queiroz.

O CASO

Consta nos autos do inquérito policial que no dia do crime, Fabiano confessou ter matado Gleuce a mando de Lucas, como forma de quitar uma dívida de drogas, no valor de R$ 550, que possuía com ele. Caso não a matasse, ele seria morto.

No dia do crime, Fabiano afirmou que recebeu de Lucas um revólver calibre 38. Após matar a vítima, na fuga, ele se desfez do revólver.

Ainda segundo a denúncia do MP, Gleuce não representava qualquer ameaça aos acusados, tendo sido morto exclusivamente para quitação da dívida de droga.

Diantes disso, o MP denunciou os dois acusados pelo crime de homicídio qualificado, tendo como qualificadora a motivação torpe.

O resultado do júri deve ser proferido ainda nesta terça-feira (23).


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário