17 JUN 2024 | ATUALIZADO 12:28
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
17/05/2024 10:50
Atualizado
17/05/2024 10:50

Homem que matou empresário durante briga de trânsito em Lajes tem extensa ficha criminal

A+   A-  
Allisson Amos Nascimento de Sousa, de 24 anos, foi preso pouco tempo após atirar e matar o empresário Ares Franklin Bandeira dos Santos, de 37 anos, conhecido por Kekel. O crime aconteceu nesta quinta-feira (16), no município de Lajes, no Rio Grande do Norte. De acordo com o delegado Karlisson Rolim dos Santos, Allison bateu e derrubou a motocicleta do pai de Ares e fugiu em seguida. Ares então perseguiu o suspeito, que ao notar que estava sendo seguido, sacou uma arma e efetuou dois disparos contra a vítima. Allison já respondeu por tentativa de homicídio, porte ilegal de drogas, violência doméstica e homicidio, no município de Umarizal. Neste último, foi absolvido em júri popular.
Imagem 1 -  Homem que matou empresário durante briga de trânsito em Lajes tem extensa ficha criminal. Allisson Amos Nascimento de Sousa, de 24 anos, foi preso pouco tempo após atirar e matar o empresário Ares Franklin Bandeira dos Santos, de 37 anos, conhecido por Kekel. O crime aconteceu nesta quinta-feira (16), no município de Lajes, no Rio Grande do Norte. De acordo com o delegado Karlisson Rolim dos Santos, Allison bateu e derrubou a motocicleta do pai de Ares e fugiu em seguida. Ares então perseguiu o suspeito, que ao notar que estava sendo seguido, sacou uma arma e efetuou dois disparos contra a vítima. Allison já respondeu por tentativa de homicídio, porte ilegal de drogas, violência doméstica e homicidio, no município de Umarizal. Neste último, foi absolvido em júri popular.
Homem que matou empresário durante briga de trânsito em Lajes tem extensa ficha criminal. Allisson Amos Nascimento de Sousa, de 24 anos, foi preso pouco tempo após atirar e matar o empresário Ares Franklin Bandeira dos Santos, de 37 anos, conhecido por Kekel. O crime aconteceu nesta quinta-feira (16), no município de Lajes, no Rio Grande do Norte. De acordo com o delegado Karlisson Rolim dos Santos, Allison bateu e derrubou a motocicleta do pai de Ares e fugiu em seguida. Ares então perseguiu o suspeito, que ao notar que estava sendo seguido, sacou uma arma e efetuou dois disparos contra a vítima. Allison já respondeu por tentativa de homicídio, porte ilegal de drogas, violência doméstica e homicidio, no município de Umarizal. Neste último, foi absolvido em júri popular.

Allisson Amos Nascimento de Sousa, de 24 anos, preso nesta quinta-feira (16) no município de Lajes, após ter atirado e matado o empresário Ares Franklin Bandeira dos Santos, de 37 anos, conhecido por Kekel, já possui uma extensa ficha criminal.

O homicídio aconteceu após uma discussão de trânsito. De acordo com o delegado Karlisson Rolim dos Santos, Allison bateu e derrubou a motocicleta do pai de Ares e fugiu em seguida.

Ares então perseguiu o suspeito, que ao notar que estava sendo seguido, na entrada da cidade, próximo ao posto Odon, sacou uma arma e efetuou dois disparos contra a vítima. Ares ainda chegou a ser socorrido para o hospital da cidade, mas não resistiu.

Logo após o crime, a polícia civil de Lajes, juntamente com a polícia militar, iniciou as buscas pelo suspeito. Ainda segundo o delegado Karlisson, a guarnição foi informada que o carro de Allison estava no desvio da ponte. Os policiais então se dirigiram ao local e conseguiram prendê-lo.

Allison é do município de Umarizal e já responde por uma série de crimes, tais como tentativa de homicídio, porte ilegal de drogas, violência doméstica e homicidios.

Ele foi preso em março de 2023, pelo homicídio de Antônia Elisonaide Nunes, crime ocorrido no dia 18 de fevereiro, no bairro Mutirão, em Umarizal. Por este caso, foi levado à júri popular e, apesar de todas as provas e reconhecida sua participação no crime, acabou sendo absolvido por clemência.

Atualmente, Allison está sendo investigado por outro homicídio no município de Umarizal.


Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário