24 JUN 2024 | ATUALIZADO 15:56
POLÍCIA
Da Assessoria da PF
27/05/2024 07:01
Atualizado
27/05/2024 07:02

Paranaense preso no Aeroporto de São Gonçalo por transportar 8,2 kg de cocaína

A+   A-  
O suspeito de 24 anos (PF não fornece o nome - Lei Nº 13. 869, de 5 de setembro de 2019) contou a PF que foi contratado por meio de aplicativo por alguém que não conhece para levar a droga de São Paulo para Lisboa no fundo falso da mala. A PF o prendeu após detectar a droga no scaner do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Foi atuado em flagrante.
Imagem 1 -  O suspeito de 24 anos (PF não fornece o nome - Lei Nº 13. 869, de 5 de setembro de 2019) contou a PF que foi contratado por meio de aplicativo por alguém que não conhece para levar a droga de São Paulo para Lisboa no fundo falso da mala. A PF o prendeu após detectar a droga no scaner do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Foi atuado em flagrante.
O suspeito de 24 anos (PF não fornece o nome - Lei Nº 13. 869, de 5 de setembro de 2019) contou a PF que foi contratado por meio de aplicativo por alguém que não conhece para levar a droga de São Paulo para Lisboa no fundo falso da mala. A PF o prendeu após detectar a droga no scaner do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Foi atuado em flagrante.
Foto: Da Assessoria da PF

A Polícia Federal prendeu no último sábado, 25/5, no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Natal, um homem de 24 anos, paraense, acusado de tráfico de drogas. Com ele foram encontrados 8,2 kg de cocaína. A droga vinha de São Paulo/SP e seguiria para a Europa.

A ação ocorreu durante uma fiscalização de rotina no momento em que a bagagem do passageiro foi submetida ao aparelho de raios-x, que acusou uma substância considerada suspeita no seu interior. Identificado o passageiro, este acompanhou a abertura da mala, ocasião em que a droga foi encontrada em um fundo falso.

O indivíduo recebeu voz de prisão e seguiu escoltado para a sede da Polícia Federal, onde foi autuado em flagrante.

Durante o seu interrogatório ele declarou ser residente em Belém/PA e que foi contratado por pessoas desconhecidas por meio de um aplicativo de mensagens para se deslocar até São Paulo, onde recebeu a mala e foi orientado que deveria entregá-la tão logo desembarcasse no aeroporto de Lisboa, Portugal.

Indiciado por crime de tráfico internacional de drogas, o homem passou por exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) e se encontra custodiado na Superintendência da Polícia Federal, à disposição da Justiça.

Somente nos cinco primeiros meses deste ano, a PF já apreendeu quase 30 kg de drogas no aeroporto Aluízio Alves.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário