15 JUN 2024 | ATUALIZADO 22:35
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
27/05/2024 08:52
Atualizado
27/05/2024 08:52

Mulher é presa pelo crime de tortura por espancar a própria filha de apenas 2 anos

O caso aconteceu neste domingo (26), na comunidade Maisa, na zona rural de Mossoró. A polícia militar foi acionada a residência onde mãe e filha viviam, por uma cunhada da mulher, que ficou sabendo das agressões e fez a denúncia. A agressora teria chegado bêbada em casa e espancando a menina. Quando chegaram ao local, os policiais encontraram a criança com muitos hematomas. Eles também tiveram acesso a um vídeo, que teria sido gravado por um dos irmãos mais velhos da criança, a fim de provar as agressões praticadas pela mãe. A mulher foi presa e a criança levada para exames de corpo de delito. Segundo delegado Caetano Baumann, ela irá responder pelo crime de tortura.
Mulher é presa pelo crime de tortura por espancar a própria filha de apenas 2 anos. O caso aconteceu neste domingo (26), na comunidade Maisa, na zona rural de Mossoró. A polícia militar foi acionada a residência onde mãe e filha viviam, por uma cunhada da mulher, que ficou sabendo das agressões e fez a denúncia. A agressora teria chegado bêbada em casa e espancando a menina. Quando chegaram ao local, os policiais encontraram a criança com muitos hematomas. Eles também tiveram acesso a um vídeo, que teria sido gravado por um dos irmãos mais velhos da criança, a fim de provar as agressões praticadas pela mãe. A mulher foi presa e a criança levada para exames de corpo de delito. Segundo delegado Caetano Baumann, ela irá responder pelo crime de tortura.

A polícia militar de Mossoró realizou uma prisão em flagrante, neste domingo (26), de uma mulher que estava espancando a própria filha, uma criança de apenas dois anos. O caso aconteceu na comunidade Maisa, na zona rural de Mossoró.

A reportagem do MOSSORÓ HOJE optou por não postar nome ou foto da agressora, para evitar mais exposição da vítima.

A polícia militar foi acionada a residência onde mãe e filha viviam, por uma cunhada da mulher, que ficou sabendo das agressões e fez a denúncia.

A agressora teria chegado bêbada em casa e estaria espancando a menina. Quando chegaram ao local, os policiais encontraram a criança com muitos hematomas.

Os policiais também tiveram acesso a um vídeo, que teria sido gravado por um dos irmãos mais velhos da criança, a fim de provar as agressões praticadas pela mãe. Nas imagens, que causaram grande revolta nas redes sociais, a criança aparece sendo arrastada, levantada pelas pernas e arremessada ao chão.

A mulher foi presa em flagrante e conduzida à delegacia de plantão. A criança foi levada para realização de exames de corpo de delito e, sem seguida, recebeu atendimento médico e acolhimento.

Segundo delegado Caetano Baumann, a mãe irá responder pelo crime de tortura. Ele também afirmou que tomou conhecimento que a mulher já teria costume de agredir os filhos. Também já tinha sido detida por agredir o marido.

Ela foi encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da justiça. A criança ficará sob os cuidados da tia, até que a justiça decida com quem ficará sua guarda.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário