27 MAI 2022 | ATUALIZADO 23:55
SAÚDE
Da redação
04/04/2015 21:13
Atualizado
14/12/2018 08:34

Dupla numa moto preta mata servente e alveja mototaxista

A+   A-  
Segundo a PM, os dois crimes ocorridos na região Oeste da cidade de Mossoró/RN podem ter sido praticados pela mesma dupla que fugiu na moto preta. A Polícia Civil está investigando os dois casos.

Na noite de sábado, 4, a Central de Operações da Polícia Militar (Ciosp) de Mossoró registrou um homicídio no bairro Três Vintens e cerca de cinco minutos depois um homicídio no Parque das Rosas.

Ambos na zona oeste da cidade.

Com mais este crime de homicidio, Mossoró chega a 41 registros de ocorrência deste nível só em 2015, sendo que quatro nos dias de sexta-feira santa, 3, e sábado de aleluia, 4.

Na noite deste sábado, o primeiro crime, conforme o sargento PM Rivelino Oliveira, aconteceu às 23h05. O mototaxista José Welder Felipe da Silva, de 32 anos, conhecido por Wendel, sofreu dois tiros no peito.

Wendel contou que foi chamado para fazer uma corrida e foi surpreendido por dois homens numa moto preta, que efetuaram vários disparos nele, tendo sido baleado duas vezes.

A vítima conseguiu correr e se esconder numa casa de um conhecido que fica próximo ao local do ataque.

O MOSSORÓ HOJE acompanhou o socorro do SAMU a Wendel, que chegou ao local e saiu com uma escolta policial. A vítima Wendeu saiu do local falando para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

Cerca de 5 minutos depois, o servente de pedreiro Judson Emídio de Sousa, de 32 anos, conhecido por Paulista, foi baleado quatro vezes perto de onde mora no Parque das Rosas.

O perito Renildo Marcelino, do Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP), que removeu o corpo, informa que foram 3 tiros nas costas e um no braço. Morreu no local. O óbito foi constatado pelo SAMU.

O Sargento Rivelino Oliveira, que atendeu as duas ocorrências, disse que a arma usada nos dois casos foi pistola calibre 380 e suspeita que os dois crimes tenham sido praticados pela mesma dupla da moto preta.

Estes dados iniciais foram repassados ao delegado de plantão Antônio Teixeira dos Santos Junior, que esteve no local na companhia de investigadores da Polícia Civil que estão de plantão.

Os dois serão repassados segunda-feira, 7, para os delegados da Delegacia de Homícidios, no caso Rafael Arraes e Liana Aragão, a quem compete investigar crimes desta natureza.

ITEP sem médico legista

Desde às 18h deste sábado, 4, que o Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP), de Mossoró, não tem médico legista para liberar os corpos. Havia em Caicó, mas agora também não tem. A informação na unidade em Mossoró é que só terá médico legista para liberar os corpos na próxima terça-feira. Até lá, uma possibilidade para liberar os corpos é leva-los para passar por exames na ITEP em Natal.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário