30 NOV 2021 | ATUALIZADO 12:17

MUNDO

Três pessoas morrem e 12 ficam feridas em repressão violenta a protesto pelo Talibã

18/08/2021 11:47

Membros do grupo extremista efetuaram disparos em uma multidão e bateram em manifestantes. O protesto começou porque o Talibã tirou a bandeira do Afeganistão de um monumento no centro da cidade de Jalalabad e colocou a sua própria. Uma grande parte dos cidadãos da cidade não gostou da mudança e resolveu protestar. A resposta do Talibã à manifestação em Jalalabad mostra que a tentativa dos líderes do grupo de se mostrar moderados pode ser só no discurso.

  “Não me arrependo da minha decisão de acabar com essa guerra”, diz Biden. O presidente dos Estados Unidos se pronunciou pela primeira vez, após tomada de Cabul, capital do Afeganistão, pelas forças Talibã. Biden admitiu que os EUA cometeram erros, mas disse que as tropas não poderiam permanecer no país se nem as forças do afegão lutaram contra o Talibã. "Os líderes desistiram e fugiram do país. As forças militares colapsaram, alguns tentaram lutar. Se o Afeganistão não consegue oferecer uma resistência ao Talibã, os militares americanos não conseguiriam fazer ali qualquer diferença", afirmou.
“Não me arrependo da minha decisão de acabar com essa guerra”, diz Biden

16/08/2021 18:28

O presidente dos Estados Unidos se pronunciou pela primeira vez, após tomada de Cabul, capital do Afeganistão, pelas forças Talibã. Biden admitiu que os EUA cometeram erros, mas disse que as tropas não poderiam permanecer no país se nem as forças do afegão lutaram contra o Talibã. "Os líderes desistiram e fugiram do país. As forças militares colapsaram, alguns tentaram lutar. Se o Afeganistão não consegue oferecer uma resistência ao Talibã, os militares americanos não conseguiriam fazer ali qualquer diferença", afirmou.

  Após tomada de Cabul pelo Talibã, veja como está a situação no Afeganistão. O grupo radical islâmico tomou a capital neste domingo, quando entrou no palácio presidencial, horas depois que o ex-presidente Ashraf Ghani fugiu do país. Se for como foi nos anos 1990, o retorno do Talibã significará uma deterioração das liberdades civis, especialmente para mulheres e meninas cujas liberdades foram ampliadas nos últimos anos. Também pode resultar no resurgimento de grupos terroristas, como a Al-Qaeda. Inclusive, os EUA temem novos ataques às vésperas do aniversário de 20 anos do 11 de setembro.
Após tomada de Cabul pelo Talibã, veja como está a situação no Afeganistão

16/08/2021 15:06

O grupo radical islâmico tomou a capital neste domingo, quando entrou no palácio presidencial, horas depois que o ex-presidente Ashraf Ghani fugiu do país. Se for como foi nos anos 1990, o retorno do Talibã significará uma deterioração das liberdades civis, especialmente para mulheres e meninas cujas liberdades foram ampliadas nos últimos anos. Também pode resultar no resurgimento de grupos terroristas, como a Al-Qaeda. Inclusive, os EUA temem novos ataques às vésperas do aniversário de 20 anos do 11 de setembro.

  O acendimento da pira olímpica, celebrado como o grande final da cerimônia de abertura, teve entre os últimos carregadores da tocha, um médico e uma enfermeira, representando os profissionais de saúde, e a atleta paralímpica japonesa Wakako Tsuchida, reforçou a mensagem de inclusão.
Pandemia e inclusão marcam a abertura das Olimpíadas de Toquio 2020

23/07/2021 16:51

O acendimento da pira olímpica, celebrado como o grande final da cerimônia de abertura, teve entre os últimos carregadores da tocha, um médico e uma enfermeira, representando os profissionais de saúde, e a atleta paralímpica japonesa Wakako Tsuchida, reforçou a mensagem de inclusão.

  Presidente do Haiti é assassinado em sua casa particular, em Porto Príncipe. O crime aconteceu durante a madrugada. A informação foi confirmada pelo primeiro-ministro interino do país, Claude Joseph em um comunicado nesta quarta-feira (7).  Ainda segundo o comunicado, um grupo de indivíduos não identificados atacou a residência particular do presidente haitiano durante a noite e o matou a tiros. A primeira-dama Martine Moïse ficou ferida e está recebendo cuidados médicos.
Presidente do Haiti é assassinado em sua casa particular, em Porto Príncipe

07/07/2021 08:20

O crime aconteceu durante a madrugada. A informação foi confirmada pelo primeiro-ministro interino do país, Claude Joseph em um comunicado nesta quarta-feira (7). Ainda segundo o comunicado, um grupo de indivíduos não identificados atacou a residência particular do presidente haitiano durante a noite e o matou a tiros. A primeira-dama Martine Moïse ficou ferida e está recebendo cuidados médicos.


Notas

Tekton

Publicidades