19 JUN 2024 | ATUALIZADO 11:17

MUNDO

  A embaixada do Brasil enviou ajuda para compra de água, alimentos e demais itens de primeira necessidade para os brasileiros em Gaza. Parte do grupo está abrigada em uma residência alugada pela embaixada brasileira na cidade de Rafah, próximo à fronteira com o Egito.  Os brasileiros aguardam a abertura da fronteira com o Egito no sul da Faixa de Gaza, para sair do oriente médio. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o escritório de representação do Brasil em Ramala, na Palestina, tem mantido contato direto com os brasileiros, fornecendo, inclusive, ajuda psicológica. O embaixador do Brasil no local, Alessandro Candeas, disse que eles foram avisados de que estava começando a faltar água e alimentos.
Em Gaza, brasileiros recebem ajuda do governo federal para água e alimentos

17/10/2023 16:44

A embaixada do Brasil enviou ajuda para compra de água, alimentos e demais itens de primeira necessidade para os brasileiros em Gaza. Parte do grupo está abrigada em uma residência alugada pela embaixada brasileira na cidade de Rafah, próximo à fronteira com o Egito. Os brasileiros aguardam a abertura da fronteira com o Egito no sul da Faixa de Gaza, para sair do oriente médio. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o escritório de representação do Brasil em Ramala, na Palestina, tem mantido contato direto com os brasileiros, fornecendo, inclusive, ajuda psicológica. O embaixador do Brasil no local, Alessandro Candeas, disse que eles foram avisados de que estava começando a faltar água e alimentos.

  Porta-voz das Forças de Defesa de Israel diz que há brasleiro entre os reféns do Hamas. Em vídeo publicado nas redes sociais, Jonathan Conricus diz que diversos reféns capturados pelos extremistas têm dupla nacionalidade. No entanto, em entrevista à CNN, o embaixador do Brasil em Israel, Frederico Meyer, disse que ainda não há informações oficiais sobre brasileiros entre os reféns do Hamas na Faixa de Gaza. Segundo as autoridades israelenses, o grupo extremista mantém 150 pessoas reféns desde o ataque surpresa do sábado (7). O Hamas afirmou que mantém mais de 100 prisioneiros.
Porta-voz das Forças de Defesa de Israel diz que há brasleiro entre os reféns do Hamas

11/10/2023 11:49

Em vídeo publicado nas redes sociais, Jonathan Conricus diz que diversos reféns capturados pelos extremistas têm dupla nacionalidade. No entanto, em entrevista à CNN, o embaixador do Brasil em Israel, Frederico Meyer, disse que ainda não há informações oficiais sobre brasileiros entre os reféns do Hamas na Faixa de Gaza. Segundo as autoridades israelenses, o grupo extremista mantém 150 pessoas reféns desde o ataque surpresa do sábado (7). O Hamas afirmou que mantém mais de 100 prisioneiros.

  Segundo o Ministério das Relações Exteriores (MRE), a aeronave KC-30, com 211 passageiros, levantou voo às 20h12 no horário local (14h12 no horário de Brasília).  O avião fará um voo direto, sem escalas, e deve pousar em Brasília às 4h desta quarta (11). A lista de passageiros não foi divulgada por razões de segurança.  Segundo o Itamaraty, estão previstos mais cinco voos até o próximo domingo (15).
Avião da FAB decola de Israel com 211 brasileiros resgatados; voo deve chegar a Brasília na madrugada

10/10/2023 18:01

Segundo o Ministério das Relações Exteriores (MRE), a aeronave KC-30, com 211 passageiros, levantou voo às 20h12 no horário local (14h12 no horário de Brasília). O avião fará um voo direto, sem escalas, e deve pousar em Brasília às 4h desta quarta (11). A lista de passageiros não foi divulgada por razões de segurança. Segundo o Itamaraty, estão previstos mais cinco voos até o próximo domingo (15).

  Tropas israelenses retomam o controle das comunidades ao redor da Faixa de Gaza, diz  porta-voz israelense. Segundo o almirante Daniel Hagari, não há mais combates entre as FDI e o Hamas. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (9), mais de 48 horas após o Hamas ter lançado um ataque surpresa, no sábado (7), com milhares de foguetes e enviado combatentes através da fronteira, numa incursão que Israel não via desde a Guerra da Independência de 1948. Os números de motos no conflito já está em mais 430 em Gaza, com cerca de 2.200 feridos, segundo o Ministério da Saúde palestino em Gaza, e mais de 700 mortos em Israel, segundo a FDI.
Tropas israelenses retomam o controle das comunidades ao redor da Faixa de Gaza, diz porta-voz israelense

09/10/2023 10:33

Segundo o almirante Daniel Hagari, não há mais combates entre as FDI e o Hamas. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (9), mais de 48 horas após o Hamas ter lançado um ataque surpresa, no sábado (7), com milhares de foguetes e enviado combatentes através da fronteira, numa incursão que Israel não via desde a Guerra da Independência de 1948. Os números de motos no conflito já está em mais 430 em Gaza, com cerca de 2.200 feridos, segundo o Ministério da Saúde palestino em Gaza, e mais de 700 mortos em Israel, segundo a FDI.

  Dois Estudantes da UFERSA chegaram em Israel semana passada para fazer intercâmbio e enviam vídeo (veja no Instagram do MH) para tranquilizar amigos e familiares. Segundo eles, estão em local afastado dos conflitos. A reitora da UFERSA, Ludimila Oliveira, também enviou vídeo (confira no Instagram do MH), falando que os dois estudantes estão seguros. As agências internacionais informaram que já foram registrados dezenas de mortos e centenas de feridos nas primeiras horas de ataques nas regiões de Telavive e Jerusalém. Primeiro ministro israelense declarou que o Hamas vai pagar preço muito alto e enviou caças bombardear a Faixa de Gaza.
Hamas ataca Telavive e o governo de Israel declara estado de guerra

07/10/2023 12:07

Dois Estudantes da UFERSA chegaram em Israel semana passada para fazer intercâmbio e enviam vídeo (veja no Instagram do MH) para tranquilizar amigos e familiares. Segundo eles, estão em local afastado dos conflitos. A reitora da UFERSA, Ludimila Oliveira, também enviou vídeo (confira no Instagram do MH), falando que os dois estudantes estão seguros. As agências internacionais informaram que já foram registrados dezenas de mortos e centenas de feridos nas primeiras horas de ataques nas regiões de Telavive e Jerusalém. Primeiro ministro israelense declarou que o Hamas vai pagar preço muito alto e enviou caças bombardear a Faixa de Gaza.


Notas

Relativa

Publicidades