24 SET 2020 | ATUALIZADO 18:36
POLÍCIA
Da redação
27/02/2015 20:16
Atualizado
13/12/2018 02:43

Dois são mortos em menos de seis horas em Mossoró

A+   A-  
Jovem foi morto a tiros no Alto São Manoel e o servente de pedreiro Pepeta foi morto também a tiros na Avenida Alberto Maranhão, no bairro Bom Jardim.
Imagem 1 -  Dois são mortos em menos de seis horas em Mossoró
Ismael Sousa

Após seis dias sem homicídios, a cidade de Mossoró volta a ser palco de mortes sangrentas. Na noite desta sexta-feira (27), um jovem foi executado com cerca de seis disparos de arma de fogo. O crime aconteceu no bairro Alto de São Manoel.

Segundo relatos de populares à polícia, a vítima identificada como Luis Carlos Silva de Lima, de 16 anos, estava com a namorada quando foi abordado por dois indivíduos de motocicleta. Sem tempo de defesa, o jovem foi alvejado por vários disparos e morreu no local.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ainda foram acionados, mas nada puderam fazer.

A polícia não sabe os motivos que ocasionaram o crime. A família informou á PM que o jovem era evangélico e não tinha envolvimento com práticas criminosas. Familiares acreditam ainda que o adolescente foi morto por engano.

O jovem, que era residente no Conjunto Vingt Rosado, caracterizou-se como a 21ª vítima de crimes violentos na cidade de Mossoró. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM).

Outro homicídio
Poucas horas depois, o servente de pedreiro Francisco de Assis da Silva, o Pepeta, de 30 anos, residente à Rua Nilo Peçanha, no bairro Bom Jardim, zona norte de Mossoró, foi morto a tiros perto de onde residia.

O crime aconteceu por volta de 1 hora da madrugada. Pepeta sofreu quatro tiros, sendo dois nos braços e dois na cabeça e morreu no local.

O corpo foi removido para exames na sede do Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP).

Este é o vigéssimo segundo homicidio registrado em Mossoró só em 2015.

Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário