17 MAI 2022 | ATUALIZADO 12:24
POLÍCIA
Da redação
04/01/2017 08:27
Atualizado
14/12/2018 05:40

Pajero dirigida por Doutor Rosendo bate em Fiat Siena de Caraúbas e deixa dois mortos na RN 117

A+   A-  
Médico teve escoriações pelo corpo e conseguiu ajuda no local para socorrer as vítimas, tendo acompanhado uma criança de 5 anos e a tia dela, ao Hospital Regional Tarcísio Maia
Imagem 1 -  Pajero dirigida por Doutor Rosendo bate em Fiat Siena de Caraúbas e deixa dois mortos na RN 117
Uma Pajero com placa de Mossoró, dirigida pelo médico angiologista Raimundo Rosendo, e uma Siena com placa de Caraúbas, dirigido por Jório Marques Fernandes, bateram de frente na RN 117, perto da cidade de Governador Dix-sept Rosado, deixando pelo menos 2 mortos e três feridos.

Morreu no local o motorista do Siena, Jório Marques Fernandes, de 21 anos, e Maria Zilda Fernandes, de 67 anos, que é avó de Jorio. Ela ficou presa às ferragens e ainda chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu. Faleceu já na ambulância do SAMU.

Uma garotinha, Fernanda Marques, de 5 anos, e a tia dela, a professora Jailda Marques, de 52 anos, juntamente com o Doutor Rosendo, foram levados para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

O médico sofreu apenas escoriações, apesar da violência do impacto frontal entre os veículos. Rosendo ajudou no socorro às vítimas no local e no HRTM. A menina está internada em estado muito grave, devendo ser conduzida para fazer exames de tomografia no Hospital Wilson Rosado.

O acidente aconteceu por volta das 10h40.  A Polícia Militar de Governador Dix-sept Rosado foi acionada, que por sua vez acionou a Polícia Rodovia Estadual de Mossoró. As primeiras informações são de que Rosendo seguia no sentido Mossoró Governador Dix Sept Rosado.

Logo à sua frente seguia uma caçamba. Antes de chegar à área urbana, esta caçamba entrou a direita, numa estrada vicinal e Doutor Rosendo puxou o carro para a esquerda (contra mão) para desviar a carroceria de ferro da caçamba, e bateu frontalmente com o Siena

Esta foi a versão extraoficial contada no local, pelas testemunhas. O caso deve ser narrado à Justiça com apoio de perícia feita no local pelo Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP) e relatado em inquérito policial conduzido pela Polícia Civil.

A Policia Civil e também o Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP) também foram acionados para periciar o local da tragédia e remover os corpos para exames na sede do órgão em Mossoró. As causas do acidente devem ser investigadas em inquérito policial.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário