23 JAN 2019 | ATUALIZADO 19:42
POLÍTICA

Comissão de Constituição da Câmara analisa cerca de 20 projetos em tramitação

Entre os projetos está o Projeto de Lei 112/2017 , de autoria do vereador Alex Moacir (MDB), que dispõe sobre a realização periódica de inspeção sanitária nas escolas, creches e unidades de saúde da cidade de Mossoró.
Da redação
21/05/2018 11:54
Atualizado
12/12/2018 09:49
A+   A-  
Comissão de Constituição da Câmara analisa cerca de 20 projetos em tramitação
Assessoria
A Comissão de Constituição, Justiça e Redação se reuniu, na manhã dessa segunda-feira (21), para analisar cerca de 20 projetos em tramitação na Câmara Municipal de Mossoró. Entre os projetos está o Projeto de Lei 112/2017 , de autoria do vereador Alex Moacir (MDB), que dispõe sobre a realização periódica de inspeção sanitária nas escolas, creches e unidades de saúde da cidade de Mossoró.

A proposta do vereador Alex Moacir visa garantir a saúde das pessoas que frequentam estes espaços e evitar disseminação de doenças. “Sabendo que o ambiente escolar representa a segunda casa da criança, ocupando cerca de um terço do seu dia, faz-se necessário um acompanhamento e monitoramento da qualidade de água nas escolas, visando à melhoria de vida da população de Mossoró.”, justifica o vereador.

Transporte público

Outro projeto avaliado e aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara, de iniciativa da vereadora Isolda Lula (PT), determina que os veículos de transporte público coletivo de passageiros de linhas regulares de Mossoró realizem desembarque de usuários idosos e pessoas com deficiente fora dos pontos fixos existentes.

De acordo com a vereadora Isolda Lula, o objetivo é facilitar a vida dos idosos e deficientes para que seja possível desembarcar em locais mais próximos aos destinos deles. “O condutor não será obrigado a atender às solicitações quando estas implicarem em mudança no trajeto ou rota pré-estabelecida”, explica.

Após análise da Comissão, os projetos são encaminhados para as outras comissões temáticas da Câmara e, posteriormente para votação na sessão ordinária da Câmara Municipal de Mossoró.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário