22 MAI 2022 | ATUALIZADO 08:21
SAÚDE
Da redação
08/01/2015 22:48
Atualizado
13/12/2018 02:44

Novo comando do Corpo de Bombeiros quer gestão participativa

A+   A-  
Novo comandante se diz disposto a trabalhar pelas melhorias necessárias a corporação
Imagem 1 -  Novo comando do Corpo de Bombeiros quer gestão participativa
Assessoria

O fortalecimento do planejamento estratégico da Corporação, a união da tropa e a confiança na atual gestão estadual. Esses foram alguns dos assuntos tratados pelo novo Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Otto Ricardo Saraiva de Souza, na manhã de quinta-feira (08), durante a primeira reunião de trabalho com os oficiais da capital e interior do RN realizada, na sala de reuniões, do Quartel do Comando Geral do CBMRN, em Natal.

Durante o encontro, que reuniu cerca de 50 militares de setores estratégicos na instituição, o Coronel Otto Ricardo anunciou que o seu comando será construído de forma participativa, com diálogo e engajamento de todos.

“Estou disposto a trabalhar pelas melhorias necessárias à Corporação buscando garantir uma melhor satisfação do público interno e um trabalho com mais qualidade ao público externo. Peço aos oficiais que busquem uma aproximação ainda maior com a tropa e desenvolvam o verdadeiro espírito de liderança, pois as mudanças começam de dentro para fora!”, destacou o Comandante Geral do CBMRN.

Ainda como metas de sua gestão, o Coronel Otto Ricardo, destacou a necessidade da regularização de promoções atrasadas, a rápida tramitação do processo que prevê o concurso público para oficiais e praças, fortalecimento do Conselho Superior, a elaboração de um plano para ser executado a médio e longo prazo pela instituição, a aprovação do novo Código Prevenção e Combate a Incêndio (atualmente na Assembleia Legislativa), entre outras.

“Além das questões cotidianas a serem resolvidas, é preciso pensar como queremos a Corporação no futuro. Vamos construir esse planejamento em conjunto, convidando toda a instituição para opinar e sugerir medidas. O Comandante é um elo da engrenagem que para funcionar bem precisa do apoio, da franqueza e da lealdade de todo o grupo. Assim tornaremos o CBMRN a instituição que queremos que seja!”, concluiu o Coronel Otto Ricardo. 

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário