18 FEV 2019 | ATUALIZADO 22:19
MOSSORÓ

"Não aguento mais isso", desabafa moradora sobre falta de água no Nova Mossoró

Moradores realizaram abaixo-assinado contra a falta de água no Conjunto Nova Mossoró e Santa Júlia. Documento deve ser entregue ao Ministério Público Estadual
Da redação
26/09/2018 15:43
Atualizado
14/12/2018 08:26
A+   A-  
"Não aguento mais isso", desabafa moradora sobre falta de água no Nova Mossoró
Cedida
Moradores do Conjunto Nova Mossoró e Santa Júlia, em Mossoró, realizaram um abaixo-assinado em protesto pela falta de água nas duas regiões. O documento deve ser encaminhado ao Ministério Público Estadual para que se adote providências. "Não aguento mais isso, os comerciantes chegam a fechar por este motivo", desabafou a moradora Anne Rezielly Gomes, residente no Conjunto Nova Mossoró.

No abaixo-assinado, os moradores relatam que nos últimos meses a situação só piorou. Os moradores também pedem que seja feita uma correção na taxa de 50% na conta de água, já que não recebem o serviço e mesmo assim pagam pelo consumo. Para não ficar sem água para tomar banho, lavar louça e lavar roupa, os moradores têm que comprar de carro-pipa.

"Na média, a cada dez dias, em nove faltou água, sendo que dentro desses vinte dias, só caiu água em poucas residências em dois dias. Em casos extremos foram mais de 48h sem a prestação do serviço", informa o abaixo-assinado.

Em levantamento feito com os moradores em algumas residências, não cai há quase um mês, sendo obrigados a “pastorar” a madrugada toda pela mesma. "Com tudo isso, temos aumento também da energia, pois, somos obrigados a ligar o motor, se não à água não sobe para a caixa, devido à falta de pressão. As plantas estão morrendo, chega a um ponto que até para tomar banho usamos água mineral, louça, roupa e banheiros sujos, é contada a casa que não tenha caixas de água reserva. E muito moradores deixando suas residências indo para casa de familiares pela falta de água, pois, temos crianças e idosos que necessitam de cuidados", informou.

O MOSSORÓ HOJE entrou em contato com a assessoria de imprensa da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) para falar sobre  assunto. A assessoria informou o seguinte:

"Por ser uma área de expansão, a Caern fez o projeto para atender a área do Distrito Industrial a Caern fez sondagem e licitou empresa para perfuração de poço na área. Previsão de conclusão do poço dezembro deste.ano. Por enquanto a Caern está trabalhando para atender a região por manobra de água retirada do Poço 14".

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário