26 JUN 2019 | ATUALIZADO 22:46
MUNDO

Indonésia diz que número de vítimas do tsunami continuará subindo

As autoridades atribuem o fenômeno à erupção do vulcão Krakatau por cerca de meia hora. Para especialistas, os deslizamentos de terra e outras atividades geológicas causadas pela erupção levaram à tragédia.
AGÊNCIA BRASIL
23/12/2018 09:12
Atualizado
24/12/2018 11:07
A+   A-  
Indonésia diz que número de vítimas do tsunami continuará subindo
Imagens mostram a destruição no litoral da Indonésia após os tsunami

O número de vítimas fatais do tsunami provocado por uma erupção vulcânica na Indonésia subiu para 373, com 1.459 feridos, informou a Agência Nacional de Gestão de Desastres nesta segunda-feira (24). Contudo, de acordo com o órgão, o número de vítimas poderá será maior já que as buscas ainda continuam em localidades que não receberam assistência. 

As informações são do porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho. Segundo ele, os números devem aumentar, pois ainda faltam áreas para serem analisadas.

As ondas gigantes atingiram as áreas do Estreito de Sunda, por volta das 21h45 de ontem (22). As autoridades atribuem o fenômeno à erupção do vulcão Krakatau por cerca de meia hora. Para especialistas, os deslizamentos de terra e outras atividades geológicas causadas pela erupção levaram à tragédia.

Ondas enormes sacudiram as áreas residenciais e vários destinos turísticos ao longo das áreas costeiras do Estreito de Sunda, incluindo Pangdeglang, Pantai Tanjung Lesung, Sumur, Penimbang e Teluk Lada dan Carita.

Imagens publicadas no Twitter mostram carros arrastados pelo tsunami. Os distritos mais atingidos foram de Pandeglang, Seran e Lampung Selatan. Só na região de Pandeglang há 624 feridos.

As ondas, segundo relatos, chegaram a quatro e cinco metros de altura. O chefe do Departamento de Emergência da Agência de Gerenciamento de Desastres no distrito de Pandeglang, Endang Permana, afirmou que muitas vítimas foram atingidas no momento em que assistiam o que ocorria no mar.

O chefe da Agência de Gerenciamento de Desastres no distrito de Lampung Selatan, Ketut Sukerta, disse que mais de 100 prédios desmoronaram e há ainda muitas pessoas presas sob os escombros.

Krakatau Child é um dos 129 vulcões ativos na Indonésia. O país reúne 17.500 ilhas e está em uma área considerada vulnerável, atingida pelo chamada "Anel de Fogo do Pacífico".

*Com informações da Xinhua, agência pública de notícias da China, e NHK, emissora pública de televisão do Japão

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário