18 NOV 2019 | ATUALIZADO 19:12
NACIONAL

Assassinos de Marielle e Anderson são transferidos em sigilo para Mossoró

Ronni Lessa e Elcio Veira estava presos em Bangu I e quarta-feira (27) desta semana foram transferidos secretamente para o Presídio Federal de Mossoró, no RN.
30/03/2019 14:05
Atualizado
30/03/2019 14:12
A+   A-  
Imagem 1 -  Ronni Lessa e Elcio Queiroz haviam sido presos no dia 12 deste mês de março, 2 dias antes da execução de Marielle Franco e do motorista Anderson gomes, no Rio.
Ronni Lessa e Elcio Queiroz haviam sido presos no dia 12 deste mês de março, 2 dias antes da execução de Marielle Franco e do motorista Anderson gomes, no Rio.

A pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, o Ministério da Justiça transferiu, em sigilo, os principais acusados de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes no dia 14 de março de 2018, no Rio de Janeiro, para o Presídio Federal de Mossoró-RN. 

A transferência aconteceu quarta-feira (dia 27). Ronni Lessa e Elcio Vieira de Queiroz haviam sido presos no dia 12 de março no Rio de Janeiro e viram réus 3 dias depois, quando o juiz Gustavo Kalil, da 3ª Vara do Tribunal do Júri Popular, aceitou a denúncia do MPRJ.

Os dois acusados estavam presos no Presídio de Bangu I, no Complexo Penal de Genicinó, no Rio de Janeiro. No Presídio Federal de Mossoró, a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio estima que eles devam ficar numa ala separada de outros bandidos.

Veja mais

Polícia apreende apreende 117 fuziz de assalto americanos em poder de Ronni Lessa

Delegado diz que não saber ainda o que motivou o assassinato de Mariele

Polícia prende executores da vereadora Marielle e do motorista Anderson

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Eleições 2020 MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário