19 MAI 2019 | ATUALIZADO 09:00
POLÍCIA

Polícia prende foragidos do Ceará hospedados na Nova Betânia, em Mossoró

Prisões confirmam a desconfiança da polícia de que facção criminosa cearense estaria em guerra com as facções do Rio Grande do Norte por território para vender drogas em Mossoró
COM informações de O CAMERA
12/05/2019 19:46
Atualizado
12/05/2019 19:58
A+   A-  
Polícia prende foragidos do Ceará hospedados na Nova Betânia, em Mossoró
FOTOS: O CAMERA

Com o cerco as facções criminosas no Estado do Ceará, partindo da chegada de Mauro Albuquerque no comando da Secretaria de Administração Penitenciária, no início de 2019, os líderes das facções fugiram para estados vizinhos, entre eles o Rio Grande do Norte. 

Em Mossoró, a invasão de criminosos cearenses começou pela região sul, com demarcação de território nos bairros Belo Horizonte, Ouro Negro, Aeroporto II, Bom Jesus, Sumaré e Planalto 13 de Maio, abrindo uma guerra sangrenta com facções locais.

As marcas da facção criminosa cearense estão escritas nos postes e muros nas principais vias de acessos a estes bairros. No Confronto com as facções de Mossoró, os criminosos cearenses levam vantagem pois não tem família aqui e não se preocupam com revides.

Na noite de sexta-feira, dia 10, no bairro Nova Betânia, em Mossoró, os criminosos cearenses foram localizados muito bem alojados, numa área nobre da cidade. Estavam armados, tinha um carro roubado e outro quente. 

Na Rua Neco Rodrigues, foi preso Antônio Iago da Silva. Estava na companhia de uma adolescente. Portava documento falso em nome de Gabriel da Silva Fernandes, estava armado e circulava pela cidade num carro roubado. Não reagiu a voz de prisão.

Na Rua Jornalista Dorian Jorge Freire, os policiais encontraram Dhelk Vieira Silvestre, que portava nome falso em nome de Melk Vieira da Silva. Junto com ele estava Sérgio Galdino Facó. Estavam armados, num carro e acompanhados com uma mulher de programa.

O Blog O Câmera divulgou que os três foram autuados em flagrante por porte ilegal de armas e associação criminosas. Sérgio e Dhelk já têm prisão preventiva decretadas por vários crimes no Ceará. São foragidos. Outras prisões podem acontecer nos próximos dias.

Após os procedimentos na Delegacia de Plantão, os três foram enviados para a Cadeia Pública de Mossoró, onde vão aguardar decisão judicial. As mulheres que estavam com eles foram liberadas após prestar depoimento ao delegado de plantão.

A prisão dos três criminosos vem a confirmar as suspeitas da Polícia Militar e de agentes civis também de que existe confronto em andamento de bandidos cearenses com bandidos de Mossoró, numa disputa de território por venda de drogas, que já deixou vários mortos.

A pistola, 3 carregadores, dois carros (um deles roubado) e um revólver, serão examinados por peritos do Instituto Técnico-científico de Perícia. Vão fazer exames balísticos para saber se estas armas foram usadas em crimes de homicídios na Terra de Santa Luzia.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário