26 AGO 2019 | ATUALIZADO 00:27
MOSSORÓ

Alunos da Rede Municipal participam do Scratch Day, para programação e designer de games

Scratch é uma linguagem de programação, como forma de auxiliar jovens e crianças na matemática e na lógica, criada pelo Media Lab do MIT (Massachusetts Institute of Technology). Neste mês de maio várias pessoas ao redor do mundo se encontram para dividir conhecimentos, projetos e aprender novas técnicas
DA REDAÇÃOI E PMM
17/05/2019 17:28
Atualizado
17/05/2019 17:30
A+   A-  
Alunos participam do Scratch Day, para programação de games
Na manhã desta sexta-feira, 17, A Secretaria Municipal de Educação, através do Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTM), promoveu o 1º Scratch Day, iniciativa da comunidade tecnológica e educacional para se comemorar o aniversário do Scratch
Divulgação/PMM

Na manhã desta sexta-feira, 17, A Secretaria Municipal de Educação, através do Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal (NTM), promoveu o 1º Scratch Day, iniciativa da comunidade tecnológica e educacional para se comemorar o aniversário do Scratch. A ação contou com a participação dos alunos da Escola Municipal Nono Rosado, do Ulrick Graff, e da Escola Municipal Antônio Soares de Aquino, do Alto da Pelonha. O evento aconteceu na sede do NTM na Escola de Artes de Mossoró.

Scratch é uma linguagem de programação, como forma de auxiliar jovens e crianças na matemática e na lógica, criada pelo Media Lab do MIT (Massachusetts Institute of Technology). Neste mês de maio várias pessoas ao redor do mundo se encontram para dividir conhecimentos, projetos e aprender novas técnicas, umas com as outras. São mais de 1.326 eventos acontecendo em todo o mundo. O Scratch Day já aconteceu em anos anteriores em Mossoró, mas essa foi a primeira vez que ele aconteceu com os alunos da Rede Municipal de Ensino.

“O principal objetivo é disseminar a cultura maker, do faça você mesmo, em que o aluno é estimulado a atividade de criação no campo digital. É fazer com que essa criança tenha autonomia fazendo dele protagonista e não simplesmente espectador no mundo virtual. Aqui as crianças são estimuladas a criarem seus próprios programas e jogos de forma simples”, destacou Cristhiane Marques, coordenadora do NTM.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário