21 AGO 2019 | ATUALIZADO 09:45
POLÍCIA

Por plano de cargos, peritos preparam parada de advertência para dia 21

Sindicato dos peritos no Rio Grande do Norte divulgou um texto com as recomendações aos filiados dos serviços que vão está sendo realizados no dia da paralisação
19/05/2019 08:24
Atualizado
19/05/2019 10:59
A+   A-  
Por plano de Cargos, peritos preparam parada de advertência para dia 21
FOTO CEZAR ALVES

Os peritos do Instituto Técnico-científico de Perícia do Rio Grande do Norte vão fazer uma parada parcial de advertência na próxima terça-feira, dia 21, cobrando do Governo do Estado a implantação do Plano de Carreira e Salários da categoria.

Segue o texto copiado de O Câmera

O Sindicato dos Peritos de Natureza Criminal do Estado do RN - SINDPERITOS, por seu Presidente que abaixo assina, comunica que a categoria dos servidores aqui representados, reunida em assembleia na data de ontem, decidiu deflagrar a paralisação das atividades, a ocorrer no próximo dia 21/05/2019, a partir das 7h00min até às 13h00min, devido ao não atendimento da solicitação de elaboração do Plano de Cargos Carreira e Salários – PCCS da categoria.

O pleito dos servidores objetiva a aprovação do PCCS, com o devido enquadramento dos servidores em cargos e níveis. Outrossim, a paralisação se dará de forma parcial, mantendo-se em operação os serviços que demandam atendimento imediato.

O Sindicato comunica ainda que ocorrerá nova paralisação das atividades no dia 23/05/2019, a partir das 7h00min até as 19h00min, ocasião em que será deliberado acerca de novos movimentos reivindicatórios com o objetivo de aprovação do supracitado Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Dos Setores e os serviços paralisados:

No Instituto de Criminalistica de Natal e equipes de pericia criminal nas regionais:

- Não serão realizadas pericias de ofício;

- Os setores da interna não funcionarão, nem para realização de perícia, nem para o recebimento de material, nem para entrega de laudos;

No Laboratório de Pesquisas Forenses de Natal e de Mossoró:

- Os atendimentos a flagrantes serão mantidos;

- O acondicionamento de materiais biológicos e/ou degradáveis serão mantidos;

- Demais materiais não serão recebidos;

- Não serão entregues laudos (exceto constatação de flagrante)

No Instituto de Medicina Legal:

- Não serão realizados exames sexológicos, conjunção carnal e ato libidinoso que tenha ocorrido a mais de 24h;

- Não serão realizados exames de lesão corporal que tenha ocorrido a mais 24h.

- Não serão realizados exames de lesão corporal de presos.

- Estão suspensos todos os demais exames que não tragam prejuízo a perda de materialidade de vestígios.

Os atendimentos não realizados nos dias de paralizações serão agendados nos dias subsequentes para que não ocorra superdemanda no dia seguinte.

Por meio desta, fica desde já a direção previamente notificada.

Natal, 17 de Maio de 2019


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário