25 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:39
SAÚDE
Da redação
02/09/2015 18:52
Atualizado
12/12/2018 20:59

Pesquisa aponta que 5 mil pessoas visitam Mossoró todo dia

A+   A-  
51% vem em taxis e vans. 38 a cada 100 vem em veículo próprio. Deste total, 35% vem comprar e 38% vem trabalhar em Mossoró; 15% busca serviços de saúde
Imagem 1 -  Pesquisa aponta que 5 mil pessoas visitam Mossoró todo dia
Valéria Lima

Durante a abertura do “Meu Bairro Melhor”, na região Norte de Mossoró, o prefeito Francisco José Junior revelou dados de uma pesquisa que pediu para fazer na cidade, revelando quadro diferente do que é propagado pela mídia “oposicionista” ao seu governo. "são donos de jornais e rádios, ficam querendo mentir, caluniar e confundir a cabeça das pessoas”, diz.

Segundo ele, são cinco mil pessoas média por dia que vem de outras cidades para a capital do Oeste do Rio Grande do Norte. 51% destas pessoas se locomovem em taxis ou vans. Outros 38% tem veículo próprio, como moto e carros. De cada 100 pessoas que vem a Mossoró, 35 é para comprar.

38% vem trabalhar. 15% vem a procura de serviços de saúde no Hospital Regional Tarcísio Maia, e principalmente nas 3 Unidades de Pronto Atendimento, que agora tem 4 médicos por turnos de 24 horas. Outro local muito procurado é o Hospital Maternidade Almeida Castro, que faz partos de alto risco de toda a região Oeste do RN.

“Observe que todos os serviços de saúde prestados em Mossoró, em três UPAs com 4 médicos por dia, é custeado pela Prefeitura de Mossoró sem nenhuma ajuda de cidades vizinhas”, destaca o prefeito.

“Atendemos a um milhão de pessoas da região e só recebemos recursos do Ministério da Saúde para atender 280 mil pessoas. As prefeituras das cidades vizinhas mandam seus moradores para buscar atendimento de saúde em Mossoró e não mandam recursos”, diz.

“A saúde é um direito de todos e não vamos negar atendimento”, assegura Francisco José Junior.

“Eu quero que vocês entendam que, a grande parte das rádios que pertencem a estes grupos políticos que povo desempregou na campanha passada, que são donos de jornais e rádios, ficam querendo mentir, caluniar e confundir a cabeça das pessoas”, acrescenta o prefeito.

Segundo o prefeito de Mossoró, a Prefeitura continua recebendo todos de braços abertos, que que não é justo que se abra a cidade para os taxis de fora vir praticar competição desleal com os taxistas, mototaxistas e ônibus de Mossoró. São famílias que precisam trabalhar, diz.

A mentira da proibição

“Eu queria explicar para vocês, que ninguém proibiu nenhum taxi de outra cidade de entrar em Mossoró. Todos têm permissão para deixar seu passageiro no comércio, na faculdade, nos UPAs, Hospitais, na casa de familiares, ou em qualquer outro lugar”, diz Francisco José Junior.

Ainda conforme o prefeito, o taxista legalizado de outra cidade pode também permissão para ir deixar e ir buscar encomendas em qualquer ponto da cidade e a qualquer hora do dia ou da noite. O que ele não pode mais é vir para Mossoró e ficar fazendo corrida dentro da cidade.

“Não podemos permitir que isto aconteça, pois aqui os taxistas, mototaxistas e motoristas de ônibus também são pais de família, que precisam manter suas famílias, precisam do trabalho”, conclui o prefeito Francisco José Junior sobre as medidas de mobilidade urbana implantadas em Mossoró nos últimos meses.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário