04 AGO 2020 | ATUALIZADO 22:17
MOSSORÓ
03/12/2019 15:14
Atualizado
03/12/2019 15:14

Projeto de Lei visa tornar o Oratório de Santa Luzia patrimônio do RN

A+   A-  
O PL foi apresentado a Assembléia Legislativa pela deputada Isolda Dantas. Com estreia nesta terça-feira (3) o Oratório de Santa Luzia se consolidou como parte importante do calendário cultural do município, atraindo turismo religioso e movimentando a economia local.
Imagem 1 -
FOTO: WIGNA RIBEIRO

A deputada estadual Isolda Dantas propôs na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que torna o Oratório de Santa Luzia patrimônio cultural, imaterial e histórico do Rio Grande do Norte.

Com uma programação extensa, que mobiliza voluntários e pessoas da comunidade, a festa em homenagem a padroeira de Mossoró atrai, anualmente, milhares de pessoas da cidade e da região, movimentando a economia local.

Parte importante na programação dos festejos da padroeira, o ‘Oratório de Santa Luzia 2019’, tem início nesta terça-feira (03), no Adro da Catedral.

O espetáculo, que completa 19 anos de existência, já se consolidou como parte importante do calendário cultural do município.

Este ano o elenco do Oratório conta com 230 pessoas em cena, sendo 200 voluntários e 30 atores e bailarinos profissionais da cidade de Mossoró.

A encenação conta e relembra a história da vida e fé da padroeira de Mossoró que está consolidado no calendário da festa da padroeira do município, e representa uma grande tradição da cidade que é o teatro.

A deputada Isolda diz que o Oratório de Santa Luzia é fundamental para o cenário cultural e histórico da cidade.

“São diversas atrizes e atores e equipes de produção de direção artística que têm suas histórias e trajetórias profissionais marcadas no ramo da cultura e arte de Mossoró”, disse.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário