29 FEV 2020 | ATUALIZADO 19:09
NACIONAL

Calendário de pagamento do Bolsa Família 2020 já está disponível

O calendário foi divulgado nesta quinta-feira (2) pelo Governo Federal. O benefício é pago de forma gradual nos dez últimos dias úteis de cada mês. Em janeiro, os saques poderão ser feitos do dia 20 até o dia 31.
02/01/2020 18:03
Atualizado
02/01/2020 18:04
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: ANA NASCIMENTO/CCE

Nesta quinta-feira (02) o Ministério da Cidadania do Governo Federal divulgou o calendário de pagamentos do Programa Bolsa Família em 2020, que já está disponível para consulta do cidadão.

O benefício é pago de forma gradual nos dez últimos dias úteis de cada mês. Em janeiro, os saques poderão ser feitos do dia 20 até o dia 31. Para saber o dia certo, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão.

Depois de identificá-lo, será necessário observar no calendário do programa a data em que a família pode fazer o saque, mês a mês. Assim, os beneficiários que possuem o cartão com NIS final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Já aqueles com o final 2 podem resgatar o recurso no segundo dia, e assim por diante.

CALENDÁRIO PAGAMENTOS BOLSA FAMÍLIA


Conforme a diretora do Departamento de Benefícios do Ministério da Cidadania, Caroline Paranayba, é muito importante que as famílias verifiquem o novo calendário, disponível desde a semana passada em diversos terminais de pagamentos da Caixa Econômica Federal.

“Isso inclui agências, terminais de autoatendimento e unidades lotéricas. Centros de Referência de Assistência Social também estão recebendo os cartazes com as informações”, informou.

Criado em 2003 como programa de distribuição de renda, o Bolsa Família atende a famílias em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa, e de pobreza, com renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00.

Em 2019 os beneficiários do Bolsa Família ainda receberam uma 13ª parcela do benefício. A medida foi oficializada pelo presidente Jair Bolsonaro em abril. Com o recurso, o Ministério da Cidadania teve um aumento de R$ 2,58 bilhões no orçamento.


Notas

Convite Missa

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário