22 FEV 2020 | ATUALIZADO 22:16
MOSSORÓ

Saúde de Mossoró está novamente sem insulina e vereador cobra providências

“Soubemos por fonte segura que mais uma vez o estoque de insulina em Mossoró zerou nesta quarta-feira, dia 22. Nos perguntamos como pode um assunto tão sério se tornar rotina na gestão de uma médica”, questionou Gilberto Diógenes.
DA REDAÇÃO E COM INFORMAÇÕES DO PORTAL DO RN
23/01/2020 18:31
Atualizado
23/01/2020 18:32
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: DIVULGAÇÃO

O vereador Gilberto Diógenes denunciou que, mais uma vez, a cidade de Mossoró está sem insulina para distribuição gratuita.

“Soubemos por fonte segura que mais uma vez o estoque de insulina em Mossoró zerou nesta quarta-feira, dia 22. Nos perguntamos como pode um assunto tão sério se tornar rotina na gestão de uma médica” critica o parlamentar.

Para ele, a situação revela a falta de planejamento, incompetência ou maldade.

“Tem que se criar, pois se existe não está funcionando, uma equipe exclusiva para acompanhar o estoque de insulinas em Mossoró. É inaceitável que um problema desta natureza se torne algo rotineiro” , ressaltou.

Segundo informações, Mossoró tem só três geladeiras para acomodar estes medicamentos, Sobre isto, o vereador disse que é preciso aumentar o contingente destes equipamentos, para que o problema seja resolvido uma vez por todas.

“Mossoró não pode ficar refém da incompetência de gestões sem compromisso com a população”, disse.

Em 2019 Ana Christina Arrais, que representa a Associação de diabéticos Doce Guerreiros, concedeu uma entrevista ao programa Meio-Dia Mossoró, da FM 95 onde afirmou que os diabéticos da cidade estavam desesperados com a falta do medicamento.

Na época da entrevista, realizada no dia 20 de novembro, Ana afirmou que há mais de um mês a insulina estava em falta e que havia pacientes que tinham recebido pela última vez em setembro.

Veja mais:

Diabético estão desesperados com a falta de insulina em Mossoró


No dia 22 de novembro a remessa de insulina finalmente chegou à Secretaria de Saúde do Município. Devido ao fato de mais de 850 pacientes estarem aguardando por ela, uma grande fila se formou na sede da secretaria.

Veja mais:

[FILA] Chega insulina para pacientes com diabetes em Mossoró-RN


Já no dia 26 do mesmo mês o MOSSORÓ HOJE recebeu uma denúncia de um paciente informando que havia ido pegar o medicamento, mas a insulina NovoRapid, de uso associado com a Insulina Tresiba, já estava em falta novamente.

“Mas hoje é o terceiro dia de entrega após a chegada dos medicamentos e um deles já acabou. Eu não puder vir pegar nos dois primeiros dias porque estava viajando. Aí hoje vim cedo, peguei a ficha 70 e na 27 a moça que está entregando as fichas veio avisar que a NovoRapid acabou”, contou o paciente que, na época, pediu para não ser identificado por medo de retaliação.

O paciente contou, ainda, que a Secretaria de Saúde havia feito um cadastramento com todos os pacientes que necessitam do medicamento, para que fosse feito o pedido com a quantidade necessária para atender a demanda dos três meses seguintes, mas um dos tipos não durou nem três dias.

Veja mais:

Insulina que chegou na sexta (22) acabou antes dos pacientes receberem


A insulina é responsável por levar a glicose que está no sangue para o interior das células para que seja usada como fonte de energia para os processos de funcionamento do corpo. Sem tomar a insulina nas datas corretas, o paciente pode evoluir para um quadro de óbito.

Sobre o assunto, Gilberto Diógenes disse foi convocada uma audiência pública na câmara dos vereadores para ouvir a população e tentar encontra soluções possíveis para o que ele chamou de “problema crônico, mas que, com boa vontade, pode ser solucionado”.

“Começaremos o ano cobrando, mais uma vez, a responsabilidade da prefeita Rosalba Ciarlini e dos gestores da Saúde em Mossoró”, finalizou.


Notas

Agradecimento TOP

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário