04 JUN 2020 | ATUALIZADO 19:07
MUNDO
COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASIL
07/05/2020 09:41
Atualizado
07/05/2020 10:08

Tedros Adhanom alerta para novo surto em caso de fim precipitado do isolamento

A+   A-  
O diretor-geral da OMS listou uma série de medidas necessárias antes que os países afrouxem medidas destinadas a controlar a propagação da covid-19, como controles de vigilância e preparação do sistema de saúde.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, alertou, nesta quarta-feira (6), sobre os riscos de ser necessário retornar ao confinamento, caso os países que estejam deixando as restrições para combater a pandemia de coronavírus não administrem as transições "com muito cuidado e em uma abordagem em fases".

Ele listou uma série de medidas necessárias antes que os países afrouxem medidas destinadas a controlar a propagação da covid-19, doença respiratória provocada pelo coronavírus, como controles de vigilância e preparação do sistema de saúde.

"O risco de retornar ao bloqueio permanece muito real se os países não administrarem a transição com muito cuidado e com uma abordagem em fases", afirmou ele em um briefing online em Genebra.

Tedros, que chegou a ser criticado pela forma de lidar com o surto, disse que fará uma análise da resposta dada pela agência, mas que vai aguardar até que a pandemia recue. "Enquanto o fogo está aceso, acho que nosso foco não deve ser dividido",afirmou.

O diretor defendeu o protocolo da OMS de alerta sobre o potencial de transmissão de pessoa para pessoa do novo coronavírus, lembrando que informou o mundo disso no início de janeiro.

A organização, com sede em Genebra, tem sido acusada pelo seu principal doador, os Estados Unidos (EUA), de ser "centrada na China". Os EUA têm cortado o financiamento ao órgão.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, vem afirmando que tem "evidências" de que o novo coronavírus surgiu em um laboratório em Wuhan, na China, enquanto os cientistas têm informado à OMS que a origem é animal.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário