07 JUL 2020 | ATUALIZADO 08:45
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
27/05/2020 09:57
Atualizado
27/05/2020 15:39

Suspeitos acreditavam que dona de casa e a filha “deduravam” ele

A+   A-  
Nesta quinta-feira a Polícia Civil apreendeu um menor que confessou ter matado a dona de casa Maria Clécia Ferreira da Silva, de 49 anos, e a filha dela, Jackeline Ferreira da silva, de 21 anos, no dia 17 de maio, no bairro Ouro Negro. Segundo o Delegado Leonardo Germano, o menor disse que acreditava que as duas passavam informações sobre ele a uma facção rival.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil apreendeu um adolescente de 16 anos, suspeitos de ter assassinado a uma dona de casa e a filha dela, em Mossoró

O crime aconteceu no dia 17 de maio, no bairro Ouro Negro. As vítima foram Maria Clécia Ferreira da Silva, de 49 anos, e a filha, Jackeline Ferreira da silva, de 21 anos.

Jackeline foi morta dentro de casa. A mãe dela, Maria Clecia, tentou correr pelas calçadas da rua onde morava com a filha, mas foi alcançada pelo criminoso e também terminou assassinada.

Veja mais:

Dona de casa e filha são mortas a tiros no bairro Ouro Negro, em Mossoró


O adolescente foi apreendido após investigações realizadas pelos policiais civis da Delegacia de Homicídios (DHM) e pela Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Mossoró.

Na manhã desta quarta-feira, uma equipe de policiais civis da DENARC cumpriu dois mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juizado da Infância e Juventude de Mossoró, dando continuidade às ações da Operação Resistência.

O suspeito foi detido quando estava em uma residência na comunidade do Ouro Negro. Um outro adolescente, de 15 anos, que estava na casa, também foi apreendido.

Os adolescentes, que estavam com maconha e munições de arma de fogo, foram autuados em flagrante pela prática de atos infracionais análogos à posse de drogas para consumo pessoal e posse de arma de fogo.

Durante depoimento, o adolescente de 16 anos confessou o crime cometido no dia 17 de maio. De acordo com o Delegado responsável pela DHM, Leonardo Germano, o adolescente informou que o motivo do crime teria sido uma desavença entre facções locais e que ele desconfiava que mãe e filho o entregava para uma facção rival.

Inicialmente, os investigadores acreditavam que Jackeline teriam um envolvimento afetivo com o menor e que se tratava de um crime passional, linha investigativa que foi descartada durante o aprofundamento das investigações.

Veja o que diz o delegado Leonardo Germano:

Os dois adolescentes apreendidos foram encaminhados para o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Mossoró.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.


OPERAÇÃO RESISTÊNCIA

A Operação “Resistência” foi deflagrada na manhã da quinta-feira (14), em Mossoró, pela Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC), com o objetivo de desarticular uma organização criminosa com atuação na região.

A ação resultou na prisão de 19 pessoas e contou com o apoio da PM, PRF e da Delegacia de Polícia Civil de Russas/CE. A operação é uma reação do Estado a onda de crimes de assaltos, tráfico de drogas e principalmente homicídios.

Veja mais:

PC prende 19 em operação contra organização criminosa com atuação em Mossoró


Nesta quarta-feira (27) foi realizada uma segunda fase da Operação Resistência, onde foram cumpridos os mandados de busca e apreensão aos dois adolescentes.

Veja o que diz o delegado responsável de DENARC, Alex Wagner.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário