02 JUL 2020 | ATUALIZADO 09:27
NACIONAL
28/05/2020 08:20
Atualizado
28/05/2020 08:20

Senado aprova liberação de crédito para a agricultura familiar

A+   A-  
Pela proposta, de iniciativa do senador Jean Paul Prates, as operações de crédito rural nas modalidades de comercialização, custeio e investimento formalizadas por contrato, individual, grupal ou coletivo serão prorrogado por um período mínimo de 12 meses, em decorrência da pandemia.
Imagem 1 -
FOTO: ALESSANDRO DANTAS

O Senado Federal aprovou a liberação de todas as operações de créditos, no âmbito da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária.

A iniciativa é do senador Jean Paul Prates (PT-RN), que conseguiu incluir uma emenda no projeto de lei (PL 1543/2020) que prorroga o vencimento de dívidas rurais de pequenos produtores, em decorrência da pandemia.

Depois da votação, realizada na terça-feira (26), no plenário do Senado, a matéria vai ser analisada pela Câmara dos Deputados.

Para Jean Paul, a prorrogação das dívidas e a liberação de crédito para os produtores vão reduzir os impactos sociais e econômicos provocados pela Covid-19.

“A proposta amenizará os efeitos financeiros e trará bem estar social para as famílias que produzem alimentos e estão impedidas de acessar os mercados para comercialização de sua produção, evitando que as mesmas fiquem em situação de inadimplência com as operações de crédito estabelecidas para financiar os projetos produtivos”, avalia.

Pela proposta, as operações de crédito rural nas modalidades de comercialização, custeio e investimento formalizadas por contrato, individual, grupal ou coletivo serão prorrogado por um período mínimo de 12 meses.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário