08 AGO 2020 | ATUALIZADO 20:10
NACIONAL
10/07/2020 12:38
Atualizado
10/07/2020 12:46

Fábio Faria afirma em entrevista que Amazônia é 87% Mata Atlântica

A+   A-  
O ministro da Comunicações dos Brasil, que parece ter fugido das aulas de geografia, cometeu a gafe durante uma entrevista à CNN Brasil. A Mata Atlântica é encontrada na costa brasileira e se estende do Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul. Ao contrário do que foi dito pelo ministro, não há esse tipo de vegetação na Floresta Amazônica.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

O Brasil segue sendo bem representado por ministros que claramente conhecem muito pouco do seu próprio país. O ministro das Comunicações do governo Jair Bolsonaro e ex-deputado pelo Rio Grande do Norte, Fábio Faria, deve ter fugidas das aulas de geografia na escola.

Fábio Faria cometeu uma gafe durante entrevista à CNN Brasil, afirmando que 87% da Amazônia é formada por Mata Atlântica. No entanto, o bioma presente na região norte do Brasil é a Floresta Amazônica.

“Se você for chegar em Manaus e quiser pedir um avião, ‘ah, eu quero ver Mata Atlântica’, você fica ali três horas sem parar vendo Mata Atlântica atrás de Mata Atlântica. Mas, se você quiser fazer o que muitos jornalistas fazem, alguns artistas, ‘quero ver aqui queimadas’, também tem”, afirmou Fábio Faria em entrevista à CNN Brasil.

A Mata Atlântica é encontrada na costa brasileira e se estende do Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul. Ao contrário do que foi dito pelo ministro, não há esse tipo de vegetação na Floresta Amazônica.

“A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, mostrou que nosso agronegócio não precisa da Amazônia”, garantiu.

O desmatamento da região pelo agronegócio é uma das principais preocupações de ambientalistas. “Todas as atividades principais da agricultura, plantações, tudo que o Brasil produz e exposta não entra na região da Amazônia”, disse.

Em outra ocasião o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, já havia virado meme quando cometeu a gafe de ligar as regiões Norte e Nordeste do Brasil ao inverno do Hemisfério Norte.

Em um discurso, Pazuello sustentou a afirmação de que o Norte e Nordeste já passaram por sua pior fase da pandemia do coronavírus, pois as regiões representam o Hemisfério Norte na posição geográfica e sofreram mais com o inverno. 

Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário