24 SET 2020 | ATUALIZADO 18:36
POLÍCIA
10/08/2020 15:27
Atualizado
10/08/2020 15:36

PC prende casal suspeito de estar ligado a ataque na casa de vereador de João Dias

A+   A-  
Um homem e uma mulher foram presos no sábado (8), em uma propriedade rural na cidade de Martins. De acordo com a investigações, cerca de oito homens envolvidos no ataque a casa do vereador, ocorrido no dia 3 deste mês, estariam escondidos na casa do casal que foi preso; relembre o caso
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil prendeu no sábado (8) um homem e uma mulher, suspeitos de envolvimento no atentado à residência de vereador do município de João Dias.

O crime ocorreu na madrugada do dia 3 deste mês de agosto, quando homens, em dois carros, fuzilaram o imóvel e utilizaram explosivos, destruindo-o parcialmente.

Veja mais:

Residência de vereador de João Dias é arrombada e alvejada por criminosos


Segundo as investigações, em uma propriedade rural da cidade de Martins, cerca de oito homens estavam escondidos, possivelmente, envolvidos com a execução do crime contra a casa do vereador.

Em diligências no local, policiais civis e militares apreenderam aparelhos celulares, rádio HT utilizado com a frequência utilizada pela polícia, uma arma de fogo e demais produtos que constatam a presença destes suspeitos no imóvel rural.

Além disso, acampamentos foram localizados ao redor da fazenda, com roupas masculinas, coturnos e material de higiene pessoal, o que denota o envolvimento dos proprietários do local com o grupo de suspeitos.

O homem e a mulher foram autuados em flagrante, conduzidos até a Delegacia de Plantão e conduzidos ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.

A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Capturas (DECAP) e pela Delegacia Municipal de Apodi, com o apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) de Apodi.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário