01 OUT 2020 | ATUALIZADO 18:26
POLÍCIA
14/08/2020 09:14
Atualizado
14/08/2020 09:15

Entorpecentes apreendidos em Pau dos Ferros foram avaliados em R$ 500 mil

A+   A-  
A apreensão de 169 tabletes de maconha aconteceu na manhã desta quinta-feira (13), no âmbito da operação “Adicia”, realizada pela Polícia Civil do RN, de forma integrada à Polícia Civil do Ceará, com o objetivo de reprimir a prática do crime de tráfico interestadual; Cinco pessoas foram presas em flagrante
Imagem 1 -
FOTO: DIVULGAÇÃO

Os entorpecentes apreendidos nesta quinta-feira (13), no município de Pau dos Ferros, foram avaliados em R$ 500 mil. Ao todo, de acordo com a Polícia Civil, foram encontrado 169 tabletes de maconha, com um grupo de 5 pessoas.

A apreensão aconteceu no âmbito da Operação “Adicia”, que foi realizada de forma integrada à Polícia Civil do Ceará. O objetivo da operação foi reprimir a prática do crime de tráfico interestadual e dar cumprimento a mandados de busca e apreensão em desfavor dos investigados.

As cinco pessoas foram presas em flagrante delito. As drogas haviam sido enviados por uma facção criminosa que atua no Estado de São Paulo (SP).

Durante as investigações da Operação “Mãos Malditas”, que teve a sua segunda fase deflagrada nesta quarta-feira (12), os policiais da DEICOR também identificaram que, parte da organização criminosa, que furtava caixas 24h, também traficava drogas vindas de outros estados: Santa Catarina (SC) e São Paulo (SP).

Veja mais:

Suspeitos de integrarem quadrilha de roubo a banco são presos no RN


Após as investigações, foi constatado que o advogado Diego Rogério Freire Tavares Emídio, mais conhecido como "Caixa D'água", que prestava serviços de defesa aos membros dessa organização criminosa, atuava também como forte chefia na prática do crime de tráfico de drogas no Estado do Rio Grande do Norte. Por isso, a operação foi batizada de "Adicia" (Deusa da Injustiça).

Diante das provas obtidas, foram expedidos mandados de prisão e de busca e apreensão pela Justiça Criminal.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sendo dois cumpridos em Fortaleza (CE), pela equipe da Delegacia de Roubo e Furtos (DRF) de Fortaleza, e foram cumpridos também dois mandados de prisão.

Durante as diligências, os policiais civis tomaram conhecimento de que estava chegando uma grande quantidade de maconha, vinda de São Paulo (SP), e que seria entregue na cidade de Pau dos Ferros (RN).

Logo, as equipes da DEICOR se deslocaram para o município de Pau dos Ferros, e com apoio da 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), conseguiram interceptar a droga.

Foram presos, em flagrante delito: Diego Luiz Faustino, 29 anos, Allan Ridhson de Melo, 29 anos, Débora Raquel Oliveira Marques Maia, 20 anos, Iza Danielly dos Santos Vieira, 29 anos. Além disso, uma adolescente de 16 anos, natural de São Paulo, foi apreendida.

Outros dois suspeitos: Diego Rogério Freire Tavares Emidio, "Caixa D'agua", e o Thiago Augusto Farias Lopes da Costa, mais conhecido como "Thiago Piu”, encontram-se foragidos da Justiça.

Foram presos em cumprimento a mandados de prisão: Gustavo Fernandes da Cruz, mais conhecido como "Guga", 27 anos, e Dam Willian Grawe, mais conhecido como "Nitin", 26 anos.

Os dois já tinham sido presos na fase 1 da Operação "Mãos Malditas". Ao longo das diligências, foi apreendido um veículo de luxo, “Audi” pertencente ao “Thiago Piu”, em um condomínio de alto padrão.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário