23 SET 2020 | ATUALIZADO 23:58
MOSSORÓ
ANNA PAULA BRITO
16/09/2020 10:19
Atualizado
16/09/2020 15:09

Caso Valéria: assassinato da universitária completa quatro anos sem solução

A+   A-  
Valéria Patrícia desapareceu em um domingo, 11 de setembro de 2016. No dia 15 do mesmo mês o corpo dela foi encontrado em um matagal, morta com um tiro na cabeça. Quatro anos depois a pergunta que segue na cabeça da população é: Quem matou Valéria? Caso da jovem encontra-se arquivado no momento.
Imagem 1 -  Caso Valéria: assassinato da universitária completa quatro anos sem solução. Valéria Patrícia desapareceu em um domingo, 11 de setembro de 2016. No dia 15 do mesmo mês o corpo dela foi encontrado em um matagal, morta com um tiro na cabeça. Quatro anos depois a pergunta que segue na cabeça da população é: Quem matou Valéria? Caso da jovem encontra-se arquivado no momento.
Caso Valéria: assassinato da universitária completa quatro anos sem solução. Valéria Patrícia desapareceu em um domingo, 11 de setembro de 2016. No dia 15 do mesmo mês o corpo dela foi encontrado em um matagal, morta com um tiro na cabeça. Quatro anos depois a pergunta que segue na cabeça da população é: Quem matou Valéria? Caso da jovem encontra-se arquivado no momento.
FOTO: ARQUIVO

Existe crime perfeito? Quatro anos se passaram e um questionamento segue na mente dos mossoroenses: afinal, quem matou Valéria?

A jovem manicure e universitária Valéria Patrícia, de 20 anos, desapareceu ao meio dia de um domingo, 11 de setembro de 2016. O corpo dela foi encontrado 5 dias depois, em 15 de setembro, em um matagal. Após exame de raio-x, o laudo da perícia apontou que valéria foi morta com um disparo de arma de fogo na cabeça.

Veja mais:

Exame de raio X aponta que estudante Valéria Patrícia foi morta com tiro na cabeça

Ao longo dos meses, as investigações seguiram, suspeitos foram detidos e o delegado responsável pelo caso na época chegou a dizer que o crime estava próximo de ser esclarecido. Quatro ano depois, não há, sequer, um direcionamento que aponte para o autor ou autora.

Veja mais:

Delegado diz que criaram perfis fakes para atrapalhar investigações do caso Valéria Patrícia

Delegado afirma que assassinato da jovem Valéria Patrícia será esclarecido em breve

'Estamos finalizando', diz delegado que investiga assassinato de Valéria Patrícia


Há um ano, em setembro de 2019, o Promotor de Justiça Armando Lúcio Ribeiro buscou informações junto a 8ª Promotoria de Justiça de Mossoró e recebeu a informação que o caso havia sido arquivado por falta de provas.

Veja mais:

“Hoje o processo encontra-se arquivado”, diz promotor sobre o caso Valéria

Em entrevista à Super TV, o Promotor disse que para reabrir o caso era preciso que existisse um fato novo. Ou, o que ele chamou de "nova prova".

“A gente conclama a população, se alguém tiver algum fato novo, procure a polícia ou até mesmo a gente na promotoria, para agir no sentido de reabrir o processo. Somente se desarquiva se houver um fato novo", disse ele na época.

Um ano depois da entrevista, nenhuma nova informação chegou às autoridade, fazendo com que o caso siga arquivado e sem solução.

Entretanto, a população não vai esquecer da jovem Valéria Patrícia e nossa reportagem segue pedindo que, se alguém souber de alguma nova prova que venha a ajudar a desarquivar o caso, que procure as autoridades para que este crime não fique impune.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário