05 DEZ 2020 | ATUALIZADO 08:58
SAÚDE
19/10/2020 17:50
Atualizado
20/10/2020 16:16

Dicas para manter uma alimentação saudável no trabalho

A+   A-  
Este ano muitas pessoas passaram um período em home office por causa do isolamento social necessário para conter a pandemia de coronavírus, mas a maioria já retornou ao trabalho, o que gera uma nova preocupação: como se alimentar de forma segura e saudável no trabalho?
Imagem 1 -
FOTO: UNSPLASH.COM

Este ano muitas pessoas passaram um período em home office por causa do isolamento social necessário para conter a pandemia de coronavírus, mas a maioria já retornou ao trabalho, o que gera uma nova preocupação: como se alimentar de forma segura e saudável no trabalho?

O ideal, segundo especialistas, ainda é fazer as refeições em casa, mas nem sempre a rotina e o trajeto entre o trabalho e casa permitem. Por isso uma boa dica é se programar para levar as refeições para o trabalho sempre que possível, orienta a nutricionista editora Saudável e Forte, Romina Cerutti.

Segundo a especialista, o cardápio deve ter como base uma fonte de carboidratos (arroz integral, batata doce, mandioca, batata inglesa, macarrão integral e outras opções), legumes e vegetais crus e cozidos, alguma leguminosa como feijão ou ervilha fresca e uma proteína (dê preferência para carnes magras como filé frango ou peixe e evite o consumo excessivo de carne vermelha e de porco).

Vale lembrar que a comida deve ser mantida na geladeira até o momento do consumo e, caso não seja possível, o ideal é armazená-la numa bolsinha térmica até o momento do consumo. Se for esquentar no microondas, prefira os potes de vidros, que são mais fáceis de tirar o cheiro do alimento quando lavados e também não têm perigo de liberar substâncias nocivas à saúde quando esquentam.

Para a chef, apresentadora e criadora do Panelinha, Rita Lobo, a marmita para quem precisa trabalhar fora de casa se tornou uma medida de segurança em tempos de pandemia. “Para quem teve de voltar ao trabalho presencial, preparar marmita virou uma maneira de proteger ainda mais a saúde. Quando prepara sua comida em casa, além de ter total controle sobre os ingredientes, também reduz a exposição desse alimento a outras pessoas. Você sabe quem tocou na sua comida ou mesmo na embalagem”, escreve Rita em seu site, onde também apresenta diversas opções de marmitas saudáveis.

Pense nos lanches entre uma refeição e outra

Os aplicativos de delivery são uma tentação para quem está na correria do dia a dia, ainda lidando com atenção redobrada para evitar a contaminação pela covid-19. Por isso, além do almoço, pensar nos lanches é essencial para você evitar pedir aquela pizza ou hambúrguer no final do dia. Frutas, iogurtes (quando mantidos refrigerados) e oleaginosas como castanhas, nozes e macadâmias são ótimas opções para lanches no período da tarde ou no meio da manhã, impedindo que sua fome se acumule no final do dia.

Caso opte por pedir algo fora de casa, busque as opções integrais, com ingredientes naturais como sanduíches integrais, saladas de frutas, sucos naturais e até o famoso pê efe de um restaurante que você saiba que está seguindo as medidas de biossegurança à risca.

Planejar o cardápio no final de semana também evita o desperdício e contribui para uma alimentação mais saudável. Ao congelar porções, você resolve o almoço da semana ainda no domingo.  

Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário