08 MAI 2021 | ATUALIZADO 18:16
SAÚDE
05/04/2021 08:15
Atualizado
05/04/2021 08:19

Neurologista explica quais são os principais distúrbios do sono

A+   A-  
Dormir de 6 a 8 horas por noite é essencial para o bem-estar do corpo e da mente. Mas existem muitos brasileiros com dificuldade em manter o sono equilibrado. Alterações na capacidade de dormir adequadamente, seja por alterações cerebrais, por desregulação entre o sono e a vigília, alterações respiratórias ou por transtornos do movimento são características dos distúrbios do sono.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Dormir de 6 a 8 horas por noite é essencial para o bem-estar do corpo e da mente. Mas existem muitos brasileiros com dificuldade em manter o sono equilibrado.

Alterações na capacidade de dormir adequadamente, seja por alterações cerebrais, por desregulação entre o sono e a vigília, alterações respiratórias ou por transtornos do movimento são características dos distúrbios do sono.

Alguns exemplos comuns desses distúrbios são insônia, apneia do sono, narcolepsia, sonambulismo ou síndrome das pernas inquietas. A neurologista do Hapvida, Dra. Cintya Melo explica as definições e alerta para necessidade de procurar uma especialista caso alguns deles seja detectado. Confira?

Insônia

"É um problema muito comum nos dias atuais. Consiste na dificuldade de adormecer ou de manter o sono, despertar precocemente ou sensação de sono não reparador".

Apneia do sono

"É comum na população, ocorre vários despertares devido a diminuição ou interrupção da respiração no mínimo por 10 segundos".

Narcolepsia

"É um ataque de sono incontrolável, que leva a pessoa a dormir em qualquer hora e qualquer ambiente, sendo necessário que a pessoa realize muito esforço para conseguir não cair no sono. Os ataques podem surgir poucas ou várias vezes ao dia, e o sono costuma durar alguns minutos".

Síndrome das pernas inquietas

"É uma desordem neurológica que causa sensação de desconforto nas pernas, geralmente, associada à necessidade incontrolável de movimentar as pernas, e costuma surgir durante o repouso ou na hora de dormir".

Sonambulismo

"Faz parte da classe de distúrbios que provocam comportamentos inadequados durante o sono, chamadas de parassonias. Nesses casos, há uma alteração do padrão do sono devido à ativação de áreas do cérebro em momentos inapropriados. É mais frequente em crianças, apesar de poder ocorrer em qualquer idade. A pessoa com sonambulismo manifesta atividades motoras complexas, como caminhar ou conversar, dessa forma, podendo em seguida despertar ou voltar a dormir normalmente. Geralmente, há pouca ou nenhuma recordação do ocorrido.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário