26 SET 2021 | ATUALIZADO 13:50
ESPORTE
Com informações da Agencia Brasil
25/07/2021 16:45
Atualizado
25/07/2021 17:11

Três dias de jogos olímpios; brasileiros até agora só duas medalhas

A+   A-  
A primeira medalha (prata) brasileira na Olimpíada de Tóquio 2020 veio do skate, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos nesta edição, na madrugada deste domingo (25). A segunda também foi nesta madrugada, conquistada pelo judoca gaúcho Daniel Cargnin na categoria até 66 kg; Na Ginástica Olímpico, a brasileira Rebeca Andrade, de 22 anos, garantiu presença em três finais
Imagem 1 -  A primeira medalha (prata) brasileira na Olimpíada de Tóquio 2020 veio do skate, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos nesta edição, na madrugada deste domingo (25). A segunda também foi nesta madrugada, conquistada pelo judoca gaúcho Daniel Cargnin na categoria até 66 kg; Na Ginástica Olímpico, a brasileira Rebeca Andrade, de 22 anos, garantiu presença em três finais
A primeira medalha (prata) brasileira na Olimpíada de Tóquio 2020 veio do skate, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos nesta edição, na madrugada deste domingo (25). A segunda também foi nesta madrugada, conquistada pelo judoca gaúcho Daniel Cargnin na categoria até 66 kg; Na Ginástica Olímpico, a brasileira Rebeca Andrade, de 22 anos, garantiu presença em três finais
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

A delegação brasileira nos jogos olímpicos de Tóquio, no Japão, conquistou até agora apenas duas medalhas, uma de prata no Stake e outra de bronze no Judó, na categoria até 66 kg.

A primeira medalha (prata) brasileira na Olimpíada de Tóquio 2020 veio do skate, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos nesta edição, na madrugada deste domingo (25), no Parque de Esportes Urbanos de Ariake.

No street masculino, Kelvin Hoefler ficou com a prata somando 36,15 pontos. O ouro foi do japonês Yuto Horigomi (com 37,18 pontos) e o bronze ficou com o americano Jagger Eaton somando 35,35.

O brasileiro chegou a liderar boa parte da final, mas acabou sendo ultrapassado pelo representante do Japão durante a prova das manobras individuais.

Em alguns momentos, inclusive, ele estava fora da zona de medalhas, mas se recuperou de forma espetacular e fazendo a melhor nota na última manobra, garantiu a medalha.

A segunda medalha (bronze) foi conquistada pelo gaúcho Daniel Cargnin na madrugada deste domingo (25) na categoria até 66 kg na Olimpíada de Tóquio 2020.

No lendário ginásio Budokan, a 23ª medalha da modalidade para o país na história dos Jogos foi conquistada com a vitória do atleta da Sogipa sobre o israelense Baruch Shmailov.

A luta foi bastante tensa, o brasileiro precisou ser atendido pelos médicos depois de sofrer um corte após uma entrada do adversário.

Mas o jovem atleta de 23 anos conseguiu confirmar a medalha com um wazari.

O japonês Hifumi Abe, que passou por Cargnin na semifinal, ficou com a medalha de ouro, a prata ficou com o georgiano Vazha Margvelashvili.

A outra medalha de bronze foi do sul-coreano Baul An.

Antes de chegar na disputa do bronze, Daniel Cargnin bateu o egípcio Mohamed Abdelmawgoud e Denis Vieru, da Moldávia.

Nas quartas de final, ele passou pelo líder do ranking mundial, o italiano Manuel Lombardo, com um lindo wazari no final do combate.

Confira quadro de medalhas


Ginástica na final

A ginasta brasileira Rebeca Andrade, de 22 anos, se garantiu na manhã deste domingo (25) em três finais no Centro de Ginástica de Ariake, em Tóquio.

A atleta estará na disputa da medalha no individual geral da Olimpíada, competição na qual passou na segunda posição, com 57,399 pontos, atrás apenas da super favorita Simone Biles. No salto, Rebeca foi a terceira melhor com a média de 15,100 pontos nos dois saltos. No solo, com a apresentação embalada pela música do Baile de Favela, ela obteve a nota 14,066 pontos, ficando somente um décimo atrás da líder, a italiana Vanessa Ferrari.

A primeira final da Rebeca será na quinta-feira (29), às 07h50 (horário de Brasília), no individual geral. As medalhistas no salto serão conhecidas no próximo domingo (1º de agosto) e as melhores do solo brigarão pelas medalhas no dia 2 de agosto.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário