23 MAI 2022 | ATUALIZADO 14:50
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
13/01/2022 15:44
Atualizado
13/01/2022 15:45

Polícia prende suspeito de ter recebido R$ 5 mil para matar engenheiro em Baraúna

A+   A-  
Bartolomeu Camilo Arruda Oliveira foi preso nesta quinta-feira (13), no Assentamento Fazenda Nova, na zona rural de Mossoró. Ele é suspeito de ter comprado a arma e arquitetado o homicídio de José Ivan ngelo da Silva, de 39 anos, ocorrido no dia 13 de agosto de 2020, em Baraúna. A suspeita de ser mandante do crime, Quércia Elânia Rebouças Costa Silva, então esposa da vítima, está presa desde julho de 2021.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

As Polícias Civil e Militar de Baraúna prenderam, na manhã desta quinta-feira (13), Bartolomeu Camilo Arruda Oliveira. O homem é suspeito de ter participado do homicídio do engenheiro José Ivan Ângelo da Silva, de 39 anos, ocorrido no dia 13 de agosto de 2020, em Baraúna.

Veja mais:

Funcionário de empresa de frutas é executado e tem carro roubado em Baraúna


De acordo com as investigações, Bartolomeu teria recebido R$ 5 mil para comprar a arma utilizada no crime e também arquitetou como o homicídio aconteceria.

O suspeito estava em sua residência, localizada no Assentamento Fazenda Nova, na zona rural de Mossoró, quando foi preso.

Outras 3 pessoas também já estão presas pelo crime, incluindo a suspeita de tê-lo encomendado, a então esposa da vítima, Quércia Elânia Rebouças Costa Silva, presa desde julho de 2021.

Veja mais:

Filha de vereadora suspeita de mandar matar o marido em Baraúna depõe nesta quarta, 27

Também já foram presos Wesley Freire Lopes e João Paulo Saldanha de Lira. Um quinto envolvido no caso, Wellyson Dantas da Silva, está foragido e sendo procurado pela polícia.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário