30 JUN 2022 | ATUALIZADO 18:23
MOSSORÓ
25/05/2022 14:54
Atualizado
25/05/2022 14:54

Defesa Civil orienta sobre ações que podem evitar transtorno durante as chuvas

A+   A-  
Ocasionada por um ciclone vindo da região Sul do país, a chuva que caiu em Mossoró nesta terça (24) apresentou um volume inesperado para os setores que monitoram fenômenos climáticos no município. A previsão era de um volume de apenas 20 milímetros. “É inevitável que tenhamos pontos de alagamento quando a chuva apresenta volumes dessa magnitude como a que caiu em Mossoró nesta terça-feira, portanto, não transitar pelas áreas alagadas pode evitar maiores transtornos para a população”, diz Alcivan Gama, coordenador da Defesa Civil.
Imagem 1 -
FOTO: WILSON MORENO

A tempestade desta terça-feira (24), iniciada por volta das 18h, seguindo por toda a noite e madrugada desta quarta-feira (25), provocou vários pontos de alagamentos na cidade de Mossoró e causou transtornos à população.

Ocasionada por um ciclone vindo da região Sul do país, apresentou um volume inesperado para os setores que monitoram fenômenos climáticos no município.

O monitoramento referente às chuvas, realizado pela coordenação da Defesa Civil da Secretaria de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESDEM), previa um volume de apenas 20 milímetros.

O coordenador da Defesa Civil da SESDEM em Mossoró, Alcivan Gama, orienta a população para ações que podem amenizar os transtornos, como, por exemplo, que os motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres evitem transitar em ruas alagadas e evitem jogar lixo nas vias públicas, principal causa de entupimento de bueiros.

“É inevitável que tenhamos pontos de alagamento quando a chuva apresenta volumes dessa magnitude como a que caiu em Mossoró nesta terça-feira, portanto, não transitar pelas áreas alagadas pode evitar maiores transtornos para a população”, destacou.

ALERTA DE CHUVAS

O coordenador da Defesa Civil destacou que na noite desta terça-feira se reuniu com integrantes do Centro Nacional de Alerta de Desastres Naturais (SENADEN), que confirmou a previsão de chuvas durante esta semana e até o início da próxima.

“Segundo o Senaden, existe alerta de chuvas de hoje até o início da próxima semana, mas não há definição sobre os volumes”, alertou Gama.


Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário