12 AGO 2022 | ATUALIZADO 15:37
MOSSORÓ
26/06/2022 12:38
Atualizado
26/06/2022 13:01

O MCJ 2022 termina como começou: com o corredor cultural lotado de ponta a ponta

A+   A-  
O canto Bel Maques marcou a abertura do evento puxando o trio elétrico com milhares pulando no Pingo da Mei Dia; Já Lucas Lima, Parangolé, Alines Reis entre outros, não deixaram por menos no Boca da Noite. Entre um e outro, teve Xandy Avião, Wesley Safadão, Chuva de Bala no Pais de Mossoró, Cidadela e o show de alegria na Arena Deodete Dias. O MCJ 2022 terminou coroado de sucesso em todos os sentidos, com destaque para a segurança
Imagem 1 -  O canto Bel Maques marcou a abertura do evento puxando o trio elétrico com milhares pulando no Pingo da Mei Dia; Já Lucas Lima, Parangolé, Alines Reis entre outros, não deixaram por menos no Boca da Noite. Entre um e outro, teve Xandy Avião, Wesley Safadão, Chuva de Bala no Pais de Mossoró, Cidadela e o show de alegria na Arena Deodete Dias. O MCJ 2022 terminou coroado de sucesso em todos os sentidos, com destaque para a segurança
O canto Bel Maques marcou a abertura do evento puxando o trio elétrico com milhares pulando no Pingo da Mei Dia; Já Lucas Lima, Parangolé, Alines Reis entre outros, não deixaram por menos no Boca da Noite. Entre um e outro, teve Xandy Avião, Wesley Safadão, Chuva de Bala no Pais de Mossoró, Cidadela e o show de alegria na Arena Deodete Dias. O MCJ 2022 terminou coroado de sucesso em todos os sentidos, com destaque para a segurança
Fotos: Wilson Moreno (Secom/PMM)

O Mossoró Cidade Junina 2022 terminou como começou, com muita alegria no Corredor Cultural de Mossoró/RN, na noite deste sábado, 25. Se o Pingo da Mei Dia marcou o início do vento com grande público, o Boca da Noite encerrou também com a casa cheia.

O MCJ 2022 veio a confirmar o grande potencial que é o turismo de eventos em Mossoró, carecendo, no entanto, que o setor público, aposte também no turismo religioso, de aventura e litorâneo para manter o setor aquecido o ano todo.

Para tanto, o presidente da Câmara, Lawrence Amorim, observa necessidade de investimento em infraestrutura.


O MCJ 2022 marcou, principalmente, porque haviam 2 anos que o evento não era realizado, em função da Pandemia causada pelo novo coronavírus. O setor de eventos havia sido o primeiro a parar e foi o último a voltar as atividades em função da ação devastadora do vírus.

Havia no público, não só de Mossoró, mas de toda região, a vontade de sair de casa, se soltar, se divertir, e nos empresários e comerciantes do setor de eventos, que acumularam prejuízos, o desejo de realizar um grande MCJ. Foi o que o Poder Público Municipal proporcional.


Em todos os dias do evento, o prefeito Allyson Bezerra e os secretários estavam acompanhando da preparação a execução. Na maioria das vezes, o público presente se manifestou em forma de abraços e aplausos pela sucesso do MCJ 2022.


Talvez a chave principal do sucesso do MCJ 2022 foi o esquema de segurança montado pela Secretaria Municipal de Segurança, em parceria com o Governo do Estado, mobilizando mais de 700 por homens nos dias de grandes festas no corredor da folia.

O Chuva de Bala no País de Mossoró, contando com mais de 80 artistas locais, também encantou do primeiro ao último dia, apesar de já está em cena há mais de 20 anos. Todos já sabem da história que Lampião foi posto para correr de Mossoró em 13 de junho de 1927, mas mesmo assim se emocionam, com a forma como esta história é contada no palco a ano a ano.


Na Arena Deodete Dias, as apresentações das quadrilhas juninas de Mossoró, de cidades vizinhas e até de outros estados, encheram o local de brilho e alegria do começo ao fim. Novamente, os brincantes das quadrilhas juninas Lume da Fogueira se destacaram.

O Polo Cidadela também lotou todos os dias do evento, com apresentações locais. A jovem cantora Aline Melo, a exemplo de vários outros artistas locais, aproveitou os espaços abertos não só no Cidadela, mas também no palco principal para mostrar seu talento.


O experiente artista popular Zé Lima elogiou o evento e a organização. Destacou a segurança e disse que o MCJ 2022 ficou para a história. Destacou o empenho, o esforço do prefeito Allyson Bezerra para que tudo acontecesse com muita alegria e com segurança. O que de fato terminou acontecendo do primeiro ao último dia do evento.


Entre os principais shows, se destacou de Bell Marques, no Pingo da Mei Dia, Wesley Safadão e Xand Avião no palco principal instalado na Estação das Artes, que antes do MCJ 2022, recebeu um piso novo (10 mil metros quadrados) e o prédio passou por revitalização. Neste mesmo palco, também passaram Alceu Valença, Fagner e o tão solicitado cantor brega Bartô Galeno.

Neste último dia de festa, a alegria ficou por conta do cantor mossoroense Davson Davis abriu a noite de shows com repertório eclético. Lucas Lima, Parangolé, Ewerton Linhares, Aline Reis, André Luvi, Muny Santos e Zé cantor também integraram a programação musical do “Boca da Noite” e garantiram a alegria do público.

O MCJ 2022 terminou com todos os cachês pagos, tanto dos artistas de fora como de Mossoró, assim como pelas estruturas de palcos, arena e trios elétricos. As quadrilhas que se apresentaram, também receberam seus valores conforme previsto nos editais.


“Isto não aconteceu em anos anteriores”, lembra o vereador Raério Araújo, lembrando que no passado, “teve palco que caiu, artistas locais reclamando que não receberam, quadrilhas reclamando que não receberam pelas apresentações, confusões, brigas e este ano tudo transcorreu dentro da normalidade, graças a organização do Secretario Etevaldo Almeida e do prefeito Allyson Bezerra”, ressalta o vereador Raério Araújo.

Quanto ao valor investido, o CDL e o Sindivarejo firmaram parceria com a UERN para fazer um estudo sobre os valores investidos e o retorno em benefício a Mossoró. Stenio Max observa que eventos desta natureza faz a economia girar. Aquece dois setores (eventos e comércio) que mais sofreram durante a pandemia.


Notas

UNP 27 de junho de 2022

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário