27 MAI 2022 | ATUALIZADO 23:55
SAÚDE
Da redação
22/04/2015 15:32
Atualizado
13/12/2018 21:17

Caminhoneiros retomam greve na meia noite de quarta-feira (22)

A+   A-  
Objetivo forçar o governo federal implantar a tabela de frete mínimo para transportes de cargas no Brasil, segundo informa o líder dos motoristas de caminhão Ivar Luiz Schmidt

Através da Fan Page do movimento, os motoristas de caminhão que se reuniram com o ministro Antônio Carlos, dos Transportes, em Brasília, informaram que o Governo Federal não vai implantar a Tabela de Frete Mínimo e, portanto, vão fazer greve a partir das 12h desta quarta-feira, 22, em território nacional.

Esta possibilidade foi alertada pelo motorista de caminhão Ivar Luiz Schmidt , em entrevista ao MOSSORO HOJE sábado passado, em Mossoró. Ivar Luiz é líder natural dos motoristas de caminhão, sem ser sindicalista ou similar. Ele informou que sem uma tabela de frete mínimo, as grandes transportadoras aniquilam os pequenos.

Ivar Luiz Schmidt já havia liderado um movimento gigante de motoristas de caminhão no País e conseguiu parar quase tudo, porém, havia recebido a promessa do governo para estudar sua principal proposta, de implantar a Tabela de Frete Mínimo e também uma cota de pelo menos 40% dos fretes do Governo ser destinado para as motoristas autônomos e cooperativas.

Não adiantou os argumentos apresentados ao ministro dos Transportes. O governo não aceitou implantar a tabela de frete mínimo e a consequência o vídeo acima retrata.

O movimento

Ao contrário da outra vez que todos os caminhões pararam, desta vez os motoristas mudaram a estratégia. Vão parar somente os caminhões que transportam combustíveis, assim o efeito será maior e não incorrerar em problemas com multas para os caminhões parados nas rodovias.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário