17 ABR 2024 | ATUALIZADO 18:23

SAÚDE

  “Mossoró abriu os braços para a 'Operação Sorriso', abraçou essa causa e estamos na sétima edição. Um momento muito importante para aquelas famílias que têm um filho, que têm uma filha, que têm algum parente com alguma deformidade facial, lábio leporino, fenda palatina. Então isso é uma cirurgia com uma especialidade muito grande. Nós temos profissionais através da 'Operação Sorriso' para realizar essa cirurgia. Então a nossa expectativa é que neste ano sejam realizadas 60 cirurgias. Esse número pode aumentar conforme a avaliação da equipe da 'Operação Sorriso'”, acrescenta Janaina Holanda
“Mossoró abriu os braços para a 'Operação Sorriso", diz Janaina Holanda

07/01/2024 21:05

“Mossoró abriu os braços para a 'Operação Sorriso', abraçou essa causa e estamos na sétima edição. Um momento muito importante para aquelas famílias que têm um filho, que têm uma filha, que têm algum parente com alguma deformidade facial, lábio leporino, fenda palatina. Então isso é uma cirurgia com uma especialidade muito grande. Nós temos profissionais através da 'Operação Sorriso' para realizar essa cirurgia. Então a nossa expectativa é que neste ano sejam realizadas 60 cirurgias. Esse número pode aumentar conforme a avaliação da equipe da 'Operação Sorriso'”, acrescenta Janaina Holanda

  Brasil registra aumento no número de doadores e de transplantes de órgãos em 2023. O resultado foi o melhor dos últimos dez anos: entre janeiro e setembro, 6.766 transplantes foram realizados em todo o país, enquanto no ano anterior foram registradas 6.055 no mesmo período. Dados registrados pelo Ministério da Saúde mostram que, além da quantidade de transplantes, até setembro do ano passado, 3.060 doações se efetivaram, totalizando 17% a mais em comparação com 2022, que totalizou 2.604.
Brasil registra aumento no número de doadores e de transplantes de órgãos

05/01/2024 16:42

O resultado foi o melhor dos últimos dez anos: entre janeiro e setembro, 6.766 transplantes foram realizados em todo o país, enquanto no ano anterior foram registradas 6.055 no mesmo período. Dados registrados pelo Ministério da Saúde mostram que, além da quantidade de transplantes, até setembro do ano passado, 3.060 doações se efetivaram, totalizando 17% a mais em comparação com 2022, que totalizou 2.604.

  Sétima edição da “Operação Sorriso” começa no domingo (7) em Mossoró. A programação começa a partir das 7h, com realização de triagem dos pacientes inscritos, no Centro Especializado em Reabiliação (CER) Benomia Maria Rebouças, no bairro Santo Antônio. A “Operação Sorriso” é uma das maiores organizações médicas do mundo. A missão promove atendimentos e cirurgias gratuitas para crianças, adolescentes e adultos com fissuras faciais, como fissura labial e fenda palatina.
Sétima edição da “Operação Sorriso” começa no domingo (7) em Mossoró

04/01/2024 10:40

A programação começa a partir das 7h, com realização de triagem dos pacientes inscritos, no Centro Especializado em Reabiliação (CER) Benomia Maria Rebouças, no bairro Santo Antônio. A “Operação Sorriso” é uma das maiores organizações médicas do mundo. A missão promove atendimentos e cirurgias gratuitas para crianças, adolescentes e adultos com fissuras faciais, como fissura labial e fenda palatina.

  Saúde do RN vai ganhar 20 novas ambulâncias para reforçar atendimento. Os veículos serão entregues nesta quinta-feira (04), às 10h30, no auditório da Escola de Governo, em Natal. As ambulâncias são para suporte intermediário, equipados com ar-condicionado, cadeira de rodas, cabine sanitária, rede de oxigênio e radiocomunicadores e estarão disponíveis para servir a toda a população.
Saúde do RN vai ganhar 20 novas ambulâncias para reforçar atendimento

03/01/2024 18:20

Os veículos serão entregues nesta quinta-feira (04), às 10h30, no auditório da Escola de Governo, em Natal. As ambulâncias são para suporte intermediário, equipados com ar-condicionado, cadeira de rodas, cabine sanitária, rede de oxigênio e radiocomunicadores e estarão disponíveis para servir a toda a população.

  Em 2022, o estado registrou 219 óbitos por infarto, número que caiu para 151 em 2023, segundo levantamento feito junto ao DATASUS. Assim, a taxa de mortalidade caiu de 8,3% para 6,9%. Considerando o cenário nacional, a média da taxa de mortalidade em 2022 foi de 9%, o que significa que o RN se encontra 2,1 pontos percentuais abaixo da média do país. As internações também caíram, passando de 2552 no ano passado para 2188 internados este ano.
Taxa de mortalidade por infarto no RN apresenta redução de 16,8%

03/01/2024 17:10

Em 2022, o estado registrou 219 óbitos por infarto, número que caiu para 151 em 2023, segundo levantamento feito junto ao DATASUS. Assim, a taxa de mortalidade caiu de 8,3% para 6,9%. Considerando o cenário nacional, a média da taxa de mortalidade em 2022 foi de 9%, o que significa que o RN se encontra 2,1 pontos percentuais abaixo da média do país. As internações também caíram, passando de 2552 no ano passado para 2188 internados este ano.


Notas

Tekton

Publicidades