21 JUL 2024 | ATUALIZADO 16:16
POLÍCIA
Da redação
15/01/2017 05:51
Atualizado
13/12/2018 04:44

A escola em tempo integral, o policial e os bandidos

A+   A-  
No momento que o governador Robinson Faria inaugurava uma escola em tempo integral, em Mossoró, um policial trocava tiros com dois assaltantes há três quarteirões da referida escola
Imagem 1 -  A escola em tempo integral, o policial e os bandidos
No final da tarde desta sexta-feira, 13, ocorreram dois eventos simultâneos na região Oeste de Mossoró, numa distância de apenas 3 quarteirões de um do outro.
 
Enquanto o governador Robinson Faria dava o pontapé inicial para a Escola Estadual Ambulatório Cardeal Câmara, que fica por trás do APAE, funcionar em tempo integral para 250 alunos, um policial militar (nome preservado) trocava tiros com dois assaltantes perto da TCM.
 
Na escola, o governador acompanhado da secretária Cláudia Santa Rosa, informou que serão investidos mais de R$ 600 mil naquela unidade para ter a estrutura adequada para os adolescentes estudarem e participarem de atividades culturais e esportivas.
 
Exatamente uma das saídas mais recomendas para redução da violência, que estava acontecendo há poucos quarteirões daquele local. E a secretária e o governador têm total ciência deste fato real e por esta razão investe em ensino técnico e em tempo integral.
 
Perto da TCM, os dois jovens assaltantes, após o ataque, tentaram fugir numa moto, mas havia um policial de folga no local e reagiu. Um assaltante terminou morto e um menor que estava com ele foi detido e conduzido à delegacia para serem adotadas as providências de praxe.

Veja mais
PM de folga flagra assalto, mata um suspeito e prende outro

A equipe do Governador Robinson Faria, se soube do evento, não comentou. Seguiu a programação de eventos dele em Mossoró naturalmente. Da escola, o governador seguiu para o Ginásio Pedro Ciarlini para entregar benefícios para pequenos empreendedores.
 
No local do ataque, o policial de arma em punho, botou o pé em cima do assaltante vivo e aguardou a viatura chegar para levá-lo a Delegacia do Menor. O SAMU ainda chegou a socorrer o outro, mas este chegou morto ao Hospital Regional Tarcísio Maia.
 
Neste dia 13, Mossoró registrou três casos de Condutas Violentas Letais e Intencionais. Só este ano já foram 9 ocorrências deste tipo. Em 2016 foram 217 casos. Em todo o RN, foram registrados 1.988 CVLIs: Um banho de sangue e de horror nas ruas das principais cidades do Rio Grande do Norte, principalmente em Mossoró, que poderia ter sido evitado, se no passado os governos tivessem investido em educação em tempo integral e no fortalecimento da família, da polícia, do judiciário e colocado os presos para trabalharem no sistema prisional.

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário