30 MAI 2024 | ATUALIZADO 07:44
POLÍTICA
Da redação
11/06/2017 08:30
Atualizado
13/12/2018 04:55

Rosalba suspendeu as cirurgias eletivas alegando falta de recursos e paga o MCJ adiantado

A+   A-  
Os médicos que já tinham prestado serviços a população de Mossoró e tiveram os débidos parcelados em 15 vezes; serviços médicos nas UPAs foram reduzidos em 50%
Imagem 1 -  Rosalba suspendeu as cirurgias eletivas alegando falta de recursos e paga o MCJ adiantado
Que os festejos juninos de Mossoró são importantes, disto ninguém tem dúvida. Pinto da Mei Dia continua sendo um sucesso. Problemas, todos tem. É normal. O que não dá para entender é porque a prefeita Rosalba Ciarlini consegue pagar a adiantado pela festa e parcela em 15 vezes o pagamento dos médicos pelo serviço já prestado?

Pior, como Rosalba Ciarlini consegue recursos para pagar os festejos do Pinto da Mei dia, abertura do Mossoró Cidade Junina, e retira 50% dos médicos que atendiam nas UPAS, suspende os serviços de ortopedia na Upa do bairro Belo Horizontem e de forma cruel suspende as cirurgias eletivas (1800 e fila) tudo isto alegando falta de recursos?

Como se não bastasse, a prefeita Rosalba Ciarlini tem um discurso que está pagando em dia, quando seria mais honesto dizer que usou o dinheiro destinado para pagar os salários de dezembro dos servidores paga pagar os salários de janeiro dos servidores, deixando o salário de dezembro para trás, alegando que se tratava de dívida “da outra gestão”.

Como tem recursos para pagar adiantando o MCJ e não teve para manter as praças do Centro da cidade limpas, para manter o parque municipal ao lado IBAMA, para manter as BICs (através das quais 140 policiais trabalhavam em seus dias de folga ganhando diárias), para comprar as insulinas e para custear exames para a população mais carente?

Como não tem recursos para pagar a empresa que fornece oxigênio para os 35 pacientes que estão internados em casa e tem para pagar as bandas nacional e locais adiantado para animarem o MCJ?

Como prestam os serviços e demoram meses para receber, os médicos agora podem exigir também pagamento adiantado, assim como as bandas.
 

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário