24 ABR 2019 | ATUALIZADO 22:38
POLÍTICA

Ao contrário do divulgado, o senador Prates assinou CPI e CPMI de Brumadinho

assinatura na CPI do senador Oto foi confirmada. O senador Prates, por entender ser interessante e necessário, assinou também um pedido de CPMI (Camara), que é mais ampla, alcança todas as barragens do País. As duas investigações tendem a se fundirem
06/02/2019 08:50
Atualizado
07/02/2019 15:39
A+   A-  
Ao contrário do divulgado, o senador Prates assinou CPI e CPMI de Brumadinho
Senador Jean-Paul Prates disse que está sendo vítima de dois factóides: primeiro sobre a eleição da mesa do senado e agora sobre a CPI de Brumadinho
AGENCIA SENADO

O MOSSORÓ HOJE conversou no início da manhã de quarta-feira, 6, com o senador Jean-Paul Prates a respeito da notícia de que ele havia retirado assinatura dos pedidos de CPI para investigar o desastre da Vale que matou centenas em Brumadinho, Minas Gerais.

Ao contrário do que foi divulgado, o senador Prates não somente assinou a CPI, mas também a CPMI para investigar, além do desastre da Vale em Brumadinho, todas as outras barragens que estão em situação de risco no País e não retirou assinaturas de nenhuma delas.

A CPI de Brumadinho foi proposta pelo senador Oto e existem outros pedidos na Câmara também de CPI e CPMI. O senador Oto solicitou assinatura de Prates e ele assinou e pediu para segurar a divulgação e assinatura até checar qual pedido de CPI iria prevalecer.

Tão logo foi checado estes fatos pelas assessorias, a assinatura na CPI do senador Oto foi confirmada. O senador Prates, por entender ser interessante e necessário, assinou também um pedido de CPMI, que é mais ampla, alcança todas as barragens do País.

As duas investigações do Congresso Brasileiro tende a se fundir.

“A gente está passando por um calvário por estas duas coisas, que são factoides, neste início de mandato”, diz o senador Prates, lembrando da eleição para presidência do Senado, que fez o correto, e a falsa notícia de que tirou a assinatura da CPI de Brumadinho.


Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário