22 MAI 2019 | ATUALIZADO 18:23
POLÍCIA

Policia prende mais uma acusada de raptar, matar e queimar Geane

Geane foi raptada, assassinada e queimada porque seus dois irmãos tentaram matar um inimigo e terminaram matando, com um tiro na cabeça, o menino Caleb, de 1 ano e 6 meses, nas Malvinas.
DA REDAÇÃO, COM INFORMAÇÕES DA PC/RN
15/03/2019 11:47
Atualizado
15/03/2019 12:02
A+   A-  
Policia prende mais uma acusada de raptar, matar e queimar Geane
"Docinho" foi presa na cidade de Jucurutu/RN
FOTO: PC/RN

A Polícia Civil, através da equipe de policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Mossoró/RN, com o apoio do G.T.O de Jucurutu/RN, prendeu, na manhã desta sexta- feira (15), em Jucurutu, Maria Luíza de Moura Diógenes, conhecida como “Docinho”, de 28 anos, acusada de ser umas das autoras do homicídio de Geane de Melo Nogueira, de 12 anos.

Geane foi raptada, assassinada e teve o corpo queimado, em 4 de novembro de 2018, no bairro Malvinas em Mossoró/RN.

Além de “Docinho”, outros três envolvidos no crime já foram presos pela polícia. São eles: Fábio David da Silva Aquino, conhecido por “Ceará”, Gedean Zacarias de Souza, e Letícia Vital Ramos.

Esta última foi presa, por acaso, no dia 24 de fevereiro, por está participando de uma festa, supostamente, organizada pela fação criminosa que faz parte no bairro Malvinas, em Mossoró/RN

Veja mais:

Polícia prende suspeita de raptar, matar e queimar a menina Geane

Pai dos suspeitos de matar Anthony Caleb pede ajuda para encontra a filha raptada domingo: veja vídeo

Corpo carbonizado nas Malvinas pode ser de menina de 12 anos, raptada do domingo

A narrativa que terminou com a morte do bebê Caleb, de 1 ano, e da menina Geane, de 12 anos

Suspeito confessa ter raptado, matado e queimado Geane

Polícia pede ajuda para prender os sete assassinos de Geane



Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário