23 JUL 2019 | ATUALIZADO 09:01
POLÍCIA

Pestinha no banco dos réus por ter matado adolescente por engano

Vítima André Lucas estava com o um bebe de 1 ano e 11 meses nos braços quando foi baleado sete vezes na cabeça; Delegado acredita que Pestinha do Pirrichil o matou por acreditar que a vítima era um inimigo dele
15/05/2019 08:12
Atualizado
15/05/2019 12:41
A+   A-  
Pestinha no banco dos réus por ter matado adolescente por engano
Pestinha do Pirrichil em fotografia do dia que foi preso; Delegado disse que o crime foi por engano e que o assassino é muito perigoso

O criminoso Eduardo Elizeu Gonçalves, o Pestinha do Pirrichil, de 27 anos, será julgado nesta quarta-feira, dia 15, por ter matado, com sete tiros, o adolescente André Lucas de Sousa, no dia 13 de setembro de 2017 na região da Ilha de Santa Luzia, em Mossoró/RN.

Veja mais

Jovem é executado no meio da rua; Ele segurava um bebê, que ficou no chão

Este crime deixou os moradores do bairro revoltados. Eles ligaram para os policiais informaram o nome do assassino e apontaram como os policiais poderiam comprovar o envolvimento do criminoso temido no bairro com a morte do adolescente André Lucas. 

Quando prendeu o criminoso, o delegado Rafael Arraes, da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa disse que André Lucas foi assassinado de forma traiçoeira por engano. Afirmou também que o Pestinha já estava sendo apontado em outros 5 homicídios.

Veja mais.

Polícia prende assassino de André Lucas

 Na ocasião da prisão, Pestinha do Pirrichil disse que não matou ninguém e que estava na casa de um parente no momento do assassinato. Entretanto, as testemunhas ouvidas durante a investigação não deixam dúvidas da participação da vítima no assassinato. 

À caminho da UPA

A vítima André Lucas não mora no Pirrichil. Ele estava indo num carro emprestado levando o filho pequeno para uma consulta na Unidade de Pronto Atendimento no Alto São Manoel. Passou no Pirrichil apenas para buscar uma irmã para lhe fazer companhia.

Quando chegou ao bairro para aguardar a irmã, André Lucas ficou sentado dentro do carro segurando filho bebê. Pestinha se aproximou e atirou a queima roupa. Depois o arrastou para fora do veículo e disparou mais 6 vezes na cabeça.

A criança, inclusive, ficou caída no chão, ao lado do corpo do pai, cena esta que deixou todos do bairro revoltado, levando-os a passar as informações necessárias para os policiais da DHPP identificar e prender o assassino Pestinha do Pirrichil.

A Pestinha do Pirrichil teria matado André Lucas por acreditar que ele fosse morador do Planalto 13 de Maio (Papoco) e que estivesse em sua vizinhança buscando informações ou até mesmo procurando inimigos para matar.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário