13 NOV 2019 | ATUALIZADO 20:15
SAÚDE

O desespero do servidor público que espera por cirurgia há 1 ano

Devido a demora, o joelho de Jean Carlos criou água e quase o fez perder a perna; Ele não conseguiu atendimento nem para retirar a água do joelho. Teve que pedir ajuda dos amigos e pagar uma clínica particular
08/11/2019 08:56
Atualizado
08/11/2019 11:04
A+   A-  
Imagem 1 -  [VÍDEO] O desespero do servidor público que espera por cirurgia há 1 ano
[VÍDEO] O desespero do servidor público que espera por cirurgia há 1 ano
FOTO: REPRODUÇÃO/SUPER TV

O servidor público Jean Carlos de Oliveira chora ao narrar que há mais de 12 meses aguarda que a Secretaria Municipal de Saúde Mossoró libere a cirurgia no joelho.

Por não fazer a cirurgia necessária em tempo hábil, o joelho de Jean Carlos criou água e afetou os nervos, ficando muito inchado e com sério risco de perder a perna.

O Jean Carlos Narra que foi inicialmente ao Hospital Regional Tarcísio Maia, mas como o atendimento dele é eletivo, foi encaminhado para o PAM do Bom Jardim.

No PAM do Bom Jardim, que é mantido pela Prefeitura de Mossoró, os ortopedistas não têm condições de atender, por falta de estrutura básica. Até o raio x está quebrado.

Em desespero, Jean Carlos narra que foi na UPA do Bairro Santo Antônio e implorou por atendimento. O médico avaliou e tentou encaminhado para o HRTM.

Mas o médico do HRTM, explicou que não poderia atendê-lo, esclarecendo que o Hospital Regional só atende trauma, emergência e urgências, o que não era o caso.

Jean Carlos disse que sentindo dores insuportáveis foi para a UPA no bairro Belo Horizonte, implorar por atendimento médico. Temia perder a perna e/ou até mesmo morrer.

Foi examinado pelo médico e, como não havia atendimento no PAM do Bom Jardim, o médico tentou regular o paciente de novo para o HRTM, mas novamente não foi possível.

Sem opção, Jean Carlos disse que pediu ajuda aos amigos nos grupos de WhatsApp e conseguiu um dinheiro pare retirar a água do joelho numa clínica particular.

Chorando, o servidor público disse que pagou com ajuda dos amigos para retirar o líquido do joelho e agora volta para a fila por cirurgia eletiva ortopédica.

Jean Carlos já se encontra nesta fila por cirurgia há mais de ano e a Secretaria de Saúde de Mossoró não lhe deu a menor perspectiva de quando vai fazer esta cirurgia.

A demora para fazer a cirurgia, fez criar água no joelho e afetou o nervo da perna. Jean Carlos não consegue se quer andar direito, o que o impede de trabalhar.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Eleições 2020 MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário