14 JUL 2020 | ATUALIZADO 12:10
ESTADO
30/06/2020 17:31
Atualizado
01/07/2020 09:48

RN passa os 30 mil casos confirmados e os 1000 óbitos provocados pela Covid-19

A+   A-  
Nesta terça-feira (30) são 30.010 pessoas que tiveram diagnóstico positivo para a doença e 1.034 óbitos; A ocupação de leitos continua alta no estado, mas já apresenta melhora em algumas regiões. "A população precisa entender que as condições que fizeram a melhoria ainda tímida da pressão por leitos e redução da taxa de transmissibilidade do vírus só podem ser sustentadas se o isolamento for mantido. A responsabilidade é de todos", diz Spinelli.
Imagem 1 -  RN passa os 30 mil casos confirmados e os 1000 óbitos provocados pela Covid-19. Nesta terça-feira (30) são 30.010 pessoas que tiveram diagnóstico positivo para a doença e 1.034 óbitos; A ocupação de leitos continua alta no estado, mas já apresenta melhora em algumas regiões.
RN passa os 30 mil casos confirmados e os 1000 óbitos provocados pela Covid-19. Nesta terça-feira (30) são 30.010 pessoas que tiveram diagnóstico positivo para a doença e 1.034 óbitos; A ocupação de leitos continua alta no estado, mas já apresenta melhora em algumas regiões.
FOTO: REPRODUÇÃO

O Rio Grande do Norte passou da marca dos 30 mil casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus e das 1000 mortes provocadas pela Covid-19.

De acordo com o secretário adjunto da Secretaria da Saúde Pública (Sesap), Petrônio Spinelli, nesta terça-feira (30) o Estado registra 30.010 casos positivos e 1.034 óbitos, tendo 3 ocorrido nas últimas 24 horas.

Ainda há, segundo Spinelli, outros 46.427 casos suspeitos de pessoas com Covid-19 e 167 óbitos em investigação.

A ocupação de leitos continua alta no estado, mas já apresenta melhora em algumas regiões. São 731 pessoas internadas, sendo 372 em leitos críticos das unidades públicas e privadas do RN.

A taxa de ocupação geral é de 93,7% de leitos críticos, sendo que na região Oeste (Mossoró) e em Guamaré este índice chega a 100%. O percentual continua próximo da totalidade em Natal (97,3%), mas reduz em Caicó (79,3%) e em Pau dos Ferros (63%).

Na fila de regulação, 30 pacientes esperam leitos de UTI e há apenas 10 vagas disponíveis. "A população precisa entender que as condições que fizeram a melhoria ainda tímida da pressão por leitos e redução da taxa de transmissibilidade do vírus só podem ser sustentadas se o isolamento for mantido. A responsabilidade é de todos", disse Spinelli.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário